Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
09:00:00
Temática
12:00:00
 
 

Entorpecentes são encontrados em fralda de bebê durante ação da Força Tática em Serafina Corrêa

por Eduardo Cover Godinho

Mulher, que deslocava-se em um Uber, transportava maconha e cocaína para a cidade de Paraí

Maconha e cocaína estavam escondidos na mulher e no bebê. Eles estavam em um uber se deslocando para Paraí
Foto: Força Tática/Brigada Militar

O combate à criminalidade pelas forças da segurança pública do Rio Grande do Sul tem refletido em uma série de ações exitosas na região de Guaporé, Serafina Corrêa, Nova Prata, Veranópolis e demais municípios. Na noite da terça-feira, dia 23 de junho, mais uma operação exitosa aconteceu. Policiais da Brigada Militar (BM), através da Força Tática (FT) da 2ª Companhia da Brigada Militar (2ª Cia/Nova Prata), dos 4º e 5º Pelotões da BM (Guaporé/Serafina Corrêa), localizaram entorpecentes nas partes íntimas de uma jovem e nas fraldas de seu filho, de 1 ano e sete meses.

Os policiais da FT, com auxílio de uma guarnição do 5º Pelotão de Serafina Corrêa, abordaram, por volta das 21h50min, na rodovia ERS-129 – Km 147 – entre Serafina Corrêa e Casca, um automóvel Renault Clio, emplacado em Guaporé. O veículo, conduzido por um homem e utilizado para transporte privado (Uber), era ocupado por mais duas pessoas, uma mulher e um menor de idade. Ela, de 22 anos, apresentou nervosismo quando a guarnição começou a solicitar algumas informações. Uma policial foi chamada para executar a revista pessoal. Na sua chegada, a jovem não quis largar seu filho do colo, deixando transparecer que havia algo escondido.

Durante a verificação, a policial localizou dentro das fraldas do bebê uma porção de maconha (pesando 21,80 gramas) e na mulher, escondido dentro das partes íntimas, uma porção de cocaína (pesando 8,40 gramas). A droga, conforme informações, estava sendo transportada para ser comercializada na cidade de Paraí.

Diante da situação, os policiais deram voz de prisão à mulher, que possui antecedentes por posse irregular de arma de fogo, ameaça e lesão corporal. As partes foram encaminhadas para a Delegacia de Polícia Civil (DP), de Serafina Corrêa, para os procedimentos legais.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários