Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
00:00:00
Igreja no Rádio
05:00:00
 
 

Em operação conjunta, Brigada Militar e Polícia Civil combatem o tráfico de drogas na região de Nova Prata

por Eduardo Cover Godinho

Três criminosos foram presos e quantidade significativa de cocaína e materiais para embalar drogas foram apreendidas

Material apreendido pelos policiais militares e civis
Foto: BM e PC

“A união faz a força”. A frase é utilizada em momentos importantes em que diversas pessoas ou organizações se unem em torno de uma causa. Esta é tranquilamente utilizada pelas forças da segurança pública da região de Nova Prata. Brigada Militar (BM) e Polícia Civil (PC) estão cada vez mais unidas, cada uma com suas atividades específicas, no combate à criminalidade. A parceria e a troca de informações em operações específicas têm retirado de circulação diversos grupos criminosos.

Em mais uma ação conjunta, policiais civis e integrantes da Força Tática (FT) desencadearam uma operação contra o tráfico de drogas e associação ao tráfico na Serra Gaúcha. Após longa troca de informações, as equipes deslocaram-se para a rua Drusiana Dall Agnol, bairro Citadela, em Nova Prata, para o cumprimento de mandados de busca e apreensão (MBA). No imóvel apontado como ponto de comercialização de entorpecentes efetuaram a prisão de três criminosos, sendo dois homens e uma mulher.

Além do trio, os policiais encontraram 184 gramas de cocaína, separadas em 44 buchas e mais duas porções a granel, bem como R$ 770,00 em moeda corrente nacional (notas fracionadas), material para embalar as drogas, eletroeletrônicos (câmeras de videomonitoramento e máquina de cartão de crédito), aparelhos de celular e o veículo utilizado para o transporte de entorpecentes.

Os traficantes, após receberem voz de prisão, foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil (DP), de Nova Prata, para o registro do flagrante. Posteriormente, foram encaminhados para o Presídio Estadual onde ficam à disposição da Justiça.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários