Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
09:00:00
Temática
12:00:00
 
 

Suspeito de homicídio é preso pela Polícia Civil em Serafina Corrêa

por Eduardo Cover Godinho

Investigação apontou que jovem, de 22 anos, é um dos que participaram da morte de Weslley de Oliveira, de 29 anos, no Balneário do Camping do Carreiro

Jovem foi morto ao lado do Ford Focus. Ele estava sentado em um banca junto com um amigo
Foto: Arquivo/Rádio Aurora

O primeiro crime violento registrado no município de Serafina Corrêa em 2020 está próximo de ser elucidado pelos agentes da Delegacia de Polícia Civil (DP). Com trabalho minucioso do setor de investigação, com coleta de provas, depoimentos de testemunhas e detalhes colhidos na cena do crime, policiais, coordenados pelo delegado Tiago Lopes de Albuquerque, chegaram em um dos suspeitos da morte de Weslley de Oliveira, de 29 anos. O rapaz, natural de Novo Hamburgo e morador da “Cidade Simpatia”, foi alvejado com disparos de arma de fogo na cabeça na segunda-feira, dia 9 de novembro, por volta da 1h45min, na área interna do Balneário do Camping do Carreiro, localizado na Linha Bento Gonçalves.

Cumprindo mandado de prisão temporária, agentes deslocaram-se no começo da noite da quarta-feira, dia 18 de novembro, até um imóvel na rua Arthur Oscar, no bairro Gramadinho. Lá cientificaram um jovem, de 22 anos, que é um dos envolvidos no assassinato de Oliveira e na tentativa homicídio de um outro rapaz, de 25 anos, de nacionalidade paraguaia. Este alvejado na perna. A dupla, conforme a investigação, foi surpreendida enquanto conversava em um banco ao lado de uma área para a prática do futebol e vôlei de areia. O corpo de Oliveira foi encontrado caído, sem vida, ao lado do Ford Focus, de sua propriedade.

“Um crime de difícil esclarecimento pelo local que aconteceu e o horário. Mas, destaco aqui a rápida atuação dos policiais civis para colher todos os dados técnicos que levaram à prisão temporária do jovem. Foram eficazes durante todo o trabalho de investigação. Ainda nos faltam detalhes, mas estamos no caminho para concluir o Inquérito Policial e remetê-lo com todos os fatos para a Justiça”, disse o delegado Albuquerque.

Após receber voz de prisão, o suspeito do crime, que teria sido o autor dos disparos (executor) e tem passagens somente por ameaça, foi conduzido para a DP de Serafina Corrêa para os procedimentos legais. Na sequência, os policiais civis encaminharam-no para o Presídio Estadual de Guaporé.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários