Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
09:00:00
Temática
12:00:00
 
 

Tapa-buracos é realizada debaixo de chuva na ERS-129

por Eduardo Cover Godinho

Algumas crateras, ao longo do trecho entre Guaporé e Serafina Corrêa, receberam “asfalto”. Porém, medida é insuficiente

“É uma vergonha o que estão fazendo com os usuários da rodovia ERS-129 e, principalmente, com o dinheiro público”. O desabafo é de um motorista que diariamente utiliza o trecho entre Guaporé e Serafina Corrêa. A rodovia, em grande parte dos 20 quilômetros, apresenta pavimento asfáltico em boas condições. Porém, em alguns pontos, a situação é deplorável e coloca em risco quem transita. Deve-se ter atenção na condução dos veículos entre os trevos da “Capital da Hospitalidade” (Linha Quinta até o Pórtico Principal), Linha Sexta São Roque, Linha Oitava e na famosa ‘Reta do Betanin’ e na Linha Décima - pós passagem dos silos da Cooperlate até o trevo secundário de acesso a ‘Cidade Simpatia’.
Condutores estão cansados de reclamar das condições da rodovia que é de responsabilidade da 6ª Superintendência do Departamento Autônomo de Estradas e Rodagens (DAER), com sede em Passo Fundo. É comum visualizar no acostamento os tripulantes de automóveis e motocicletas efetuando a substituição de pneus e rodas danificadas pelas condições da via. Proprietários de plataformas de guincho são acionados seguidamente para o resgate daqueles que não têm mais condições de trafegar. E não são poucos a cada 24h. A situação piora quando as condições climáticas são desfavoráveis.
“Triste porque não temos esperança que melhore. São alguns pontos que requerem uma atenção maior, mas o que vemos é o descaso das autoridades do Estado. Operação tapa-buracos, como fizeram outro dia na chuva, é jogar dinheiro fora. É dar um tapa na cara da sociedade pela ignorância. Não adiantará em nada. Fizeram um serviço paliativo na hora errada. Logo estará tudo igual. E mais: taparam dois ou três buracos e foram embora. Abandonaram o restante da rodovia. Lamentável”, disse o motorista.
Na quinta-feira, dia 16, alguns buracos ao longo do trecho entre Guaporé e Serafina Corrêa foram tapados. No dia, chovia muito e o serviço foi feito pela metade. Não há informações da autoria do trabalho na rodovia.
“Acreditamos que a ação tapa-buracos não foi ocasionada pela nossa chamada aos engenheiros da empresa Beck De Souza Engenharia, que presta serviço ao DAER. Eles teriam que fazer o relatório e encaminhariam para a Superintendência. Pelo que apontaram, não tinham tempo hábil para deixar pronto o documento em poucas horas. Continuamos cobrando e pedido explicações para um melhor asfalto e por condições seguras de tráfego na ERS-129”, disse o coordenador da COMPDEC, Rafael Pissetti.
A comunidade dos municípios de Guaporé e Serafina Corrêa cobram uma recuperação total do pavimento asfáltico.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários