Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
00:00:00
Igreja no Rádio
05:00:00
 
 

Veículo é furtado e incendiado em Serafina Corrêa

por André Fabio Bresolin

Toyota Corolla, emplacado em Guaporé, foi localizado em um local ermo na Linha Nona, quase na divisa com União da Serra

O fato iniciou na madrugada do domingo, dia 17 de novembro, por volta da 1h30min
Foto: Brigada Militar

Policiais do 5° Pelotão da Brigada Militar (BM), de Serafina Corrêa, e os bombeiros do 7° Batalhão de Bombeiros Militar - Pelotão de Guaporé, atenderam uma ocorrência que envolveu furto e incêndio de um veículo. O fato iniciou na madrugada do domingo, dia 17 de novembro, por volta da 1h30mim, quando o automóvel Toyota Corolla, placas EMU2h25, de Guaporé, foi furtado em uma via pública nas proximidades da Delegacia de Polícia Civil (DP), de Serafina Corrêa, no bairro Centro. Na sequência, questão de uma hora após, o veículo foi encontrado incendiado na zona rural do município, quase divisa com União da Serra.

Conforme os policiais militares, um morador da Linha Nona, de Serafina Corrêa, ligou para a Central de Operações (Telefone 190), informando que ouviu inúmeros estouros que “aparentavam” ser disparos de armas de fogo. Minutos após, o morador refez a ligação e disse que um automóvel estava em chamas. Os brigadianos, diante da possibilidade de ser um homicídio (acerto de contas), comunicaram os colegas do 4° Pelotão da BM de Guaporé para que colaborassem. O Pelotão de Operações Especiais (POE), de Nova Prata, também foi acionado e esteve presente.
Num local ermo, na Linha Nona, os policiais, juntamente com os bombeiros Dai Pra, Maron e Tressoldi que combateram as chamas e realizaram o rescaldo com a utilização de cerca de 500 litros de água, verificaram se havia alguma vítima. Não encontraram. A suspeita é que os estouros ouvidos pelo morador eram do veículo queimando. O automóvel, apesar do rápido deslocamento e da ação dos bombeiros, ficou completamente destruído.

Os brigadianos orientaram a proprietária do veículo furtado a procurar a Delegacia de Polícia Civil (DP), de Guaporé, para o registro da ocorrência.
As investigações estão a cargo da Delegacia de Polícia Civil (DP).

Central de Conteúdo Rádio Aurora/Rede Scalabriniana de Comunicação

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários