Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
00:00:00
Igreja no Rádio
05:00:00
 
 

Polícia Civil de Guaporé efetua três prisões decorrentes de duplo homicídio ocorrido em 2018

por André Fabio Bresolin

Crime vitimou Santo Rosa de Oliveira, 51 anos, e Rudimar dos Santos, 32 anos

Agentes do setor de investigação da Delegacia de Polícia Civil (DP), de Guaporé, coordenados pelo delegado Tiago Lopes de Albuquerque, não mediram esforços para solucionar mais um crime contra a vida. O duplo homicídio, registrado no dia 6 de janeiro de 2018 às margens da ERS-129 – Km 133 entre as Linhas Sétima e Oitava na zona rural de Guaporé, vitimou Santo Rosa de Oliveira, 51 anos, e Rudimar dos Santos, 32 anos. e na época cercou-se de muito mistério. Ambos eram apenados (regime semiaberto) do sistema prisional gaúcho e haviam saído para trabalhar, como costumeiramente faziam.

Passado um ano e nove meses de um trabalho minucioso de coleta de provas, oitiva de testemunhas, entre outras ações investigatórias, os agentes da DP de Guaporé, com a colaboração de policiais civis de Serafina Corrêa, Arvorezinha, Soledade e Marau, cumpriram três mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão (MBA), logrando êxito na captura de três envolvidos nos assassinatos. Em Serafina Corrêa, foram presas duas pessoas identificadas pelas iniciais F.M.P., 30 anos, e G.X.L., 29 anos. Na cidade de Nova Alvorada foi preso o jovem identificado pelas iniciais A.M.P., 24 anos. Foram apreendidas ainda uma arma de fogo e munições.

“O fato praticado na época demonstra a audácia. O crime, que resultou em duas pessoas mortas, foi premeditado. A investigação conseguiu estabelecer os vínculos de quatro pessoas no planejamento e na execução. As vítimas saíram por volta das 6h do Presídio Estadual de Guaporé e cerca de 15 minutos após foram alvejados por disparos de arma de fogo na rodovia. A investigação apurou que os atiradores aguardavam a passagem do veículo (Volkswagen/Voyage, placas BOA-8711) das vítimas na rodovia e, em movimento, conseguiram atingir o condutor. Ele perdeu o controle e bateu em uma árvore. Posteriormente foram retirados de dentro do automóvel e executados, Rudimar com quatro tiros e Santo com dois”, disse Albuquerque.

Após receber voz de prisão, o trio foi encaminhado para as formalidades legais nas DPs de Serafina Corrêa e Marau. Posteriormente os três acusados das execuções de Rudimar e Santo foram onduzidos para o Presídio Estadual de Guaporé.

Investigações exitosas

O delegado destaca o incansável trabalho dos policiais civis, em especial dos investigadores, na busca por respostas positivas para a comunidade nos crimes contra a vida. Neste ano, nos três casos registrados, todos foram elucidados e os acusados estão atrás das grades. No caso do duplo homicídio de janeiro de 2018, a atividade demandou um aprofundamento de detalhes dos agentes, visto o local ermo onde aconteceu e o horário de fluxo de veículos reduzidos na rodovia.

“O qualificado trabalho de investigação nos possibilitou remeter o Inquérito Policial (IP), com o fornecimento de indícios suficientes de autoria ao Ministério Público (MP), para a denúncia, expedição dos mandados de prisão preventiva pela Judiciário e prosseguimento do processo”, afirmou.

Central de Conteúdo/Rádio Aurora 107.1 FM
Rede Scalabriniana de Comunicação
Siga-nos no Instagram: @rdauroraguapore

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários