Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Programa de Domingo
19:00:00
 
 

Brigada Militar prende suspeito de incêndio em residência no município de Serafina Corrêa

por Eduardo Cover Godinho

Homem, de 32 anos, admitiu aos policiais ter ateado fogo por não aceitar o fim do relacionamento com a ex-companheira

Foto: Ilustração

Policiais do 5º Pelotão da Brigada Militar (BM), de Serafina Corrêa, com apoio da guarnição do Grupo de Polícia Militar (GPM), de Paraí, prenderam na madrugada do domingo, dia 14 de fevereiro, um homem, de 32 anos, que confessou ter ateado fogo em uma residência localizada na Avenida Arthur Oscar, bairro Gramadinho, em Serafina Corrêa. O motivo: ciúmes e não aceitar o fim do relacionamento com a companheira.

Os policiais, que efetuavam o patrulhamento para o combate à criminalidade, receberam inúmeras ligações para a Central de Operações (Telefone 190), informando que um incêndio estava ocorrendo e que o mesmo poderia ter sido criminoso. Ao chegar no local, vizinhos relataram às guarnições que viram um homem sair correndo do imóvel da vítima. Em segundos, a residência estava em chamas.

Em contato com a moradora, os policiais descobriram que o suspeito poderia ser o seu ex-companheiro. Ela informou que havia recebido, durante a noite e madrugada, diversas mensagens com ameaças, sendo a última com os dizeres: boa sorte. De posse do endereço, a BM deslocou-se até o imóvel e localizou o homem. Ele admitiu ter ateado fogo em um colchão por ciúmes, pela mulher ter terminado o relacionamento e ido a uma festa. Os policiais, diante da situação e confissão, deram voz de prisão e encaminharam-no, juntamente com testemunhas, para a Delegacia de Polícia Civil (DP), de Marau, para o registro da ocorrência. A autoridade policial (Delegada Plantonista) optou pela liberdade do homem e pela perícia no imóvel da vítima. A ex-companheira solicitou medidas protetivas.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários