Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
00:00:00
Igreja no Rádio
05:00:00
 
 

Polícia Civil efetua três prisões na Linha Monte Cuco em Guaporé

por Eduardo Cover Godinho

Coordenados pelo delegado Tiago Lopes de Albuquerque, agentes localizaram objetos pertencentes ao Audi A3 de Lucian Carlos Gasparin, morto a tiros no começo de novembro

Objetos subtraídos do Audi A3 de Gasparin foram localizados no interior de um outro veículo
Foto: Polícia Civil

Agentes de Delegacia de Polícia Civil (DP), de Guaporé, deram um passo muito importante para a elucidação de um dos casos de homicídio mais bárbaros registrados no município. Com intenso trabalho dos policiais do setor de investigação, coordenado pelo delegado Tiago Lopes de Albuquerque, foram presos três homens suspeitos no envolvimento da morte de Lucian Carlos Gasparin, 29 anos. A ação aconteceu no começo da noite da sexta-feira, dia 13 de novembro, por volta das 6h, em uma propriedade na Linha Monte Cuco, às margens da estrada que liga Guaporé a Anta Gorda.

A equipe de investigação, após a localização do corpo com perfurações de projéteis de arma de fogo e parcialmente queimado (Linha Quinta Maróstega), bem como o veículo incinerado (Linha Felipe de Noronha/Dois Lajeados), apurou que um dos suspeitos no crime é apenado do regime domiciliar. Natural de Muçum, o jovem, de 25 anos, com passagens por tráfico e associação ao tráfico de drogas, roubo, lesão, ameaça, receptação e latrocínio, deveria estar cumprindo a pena num imóvel na cidade natal, porém, estava frequentando a propriedade rural no interior de Guaporé.

No endereço, os policiais flagraram-no manobrando um automóvel Volkswagen Polo, cor vermelha. Dentro do veículo, de propriedade de um homem, de 35 anos, que estava dentro do imóvel, juntamente com um jovem, de 21 anos, foram localizados dois módulos de som, caixa com alto-falantes e o aparelho de som que haviam sido retirados do interior do Audi A3 antes de ser incendiado. O carro pertencia a Gasparin. Em revista no imóvel, outros objetos (tampo e dois alto-falantes) do automóvel da vítima foram encontrados.

Indagados sobre a responsabilidade da propriedade rural, nenhum dos três soube informar. Diante de toda a situação, o trio recebeu voz de prisão em flagrante pelos crimes de receptação e, um deles, pelo descumprimento da pena domiciliar. A autoridade policial arbitrou fiança para os suspeitos de 21 e 35 anos. Ambos não efetuaram o pagamento e, juntamente com outro jovem, foram encaminhados para o Presídio Estadual de Guaporé. Os policiais prosseguem com as investigações para a conclusão do Inquérito Policial (IP).

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários