Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
00:00:00
Igreja no Rádio
05:00:00
 
 

Brigada Militar efetua prisão de homem na Vila Verde

por Eduardo Cover Godinho

Após denúncias de intimidações, policiais militares abordaram veículo e em seu interior foram localizados material de campanha eleitoral e agenda com anotações referente a votos

As forças da segurança pública do Rio Grande do Sul realizam até o domingo, dia 15 de novembro, quando milhares de brasileiros vão às urnas para eleger os representantes para os Poderes Executivo e Legislativo (Gestão 2021/2024), ações pontuais para coibir crimes eleitorais. Na 22ª Zona Eleitoral da Comarca de Guaporé, composta pelos municípios Guaporé, Serafina Corrêa, Dois Lajeados, São Valentim do Sul, Montauri e União da Serra, policiais da Brigada Militar (4º e 5º Pelotões e do GPM) estão empenhados para que não ocorram problemas relacionados à festa da democracia.

Com a colaboração da comunidade, os policiais do 4º Pelotão de Guaporé e a equipe de Força Tática (FT) – pertencente ao 3º Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (3º BPAT), efetuaram na noite da sexta-feira, dia 13 de novembro, por volta das 11h15min, a prisão de um homem, de 40 anos, por porte irregular de arma de fogo. Após informações para Central de Operações (Telefone 190) que diversos moradores do bairro Vila Verde estariam sendo intimidados em abordagens e ameaçados com a utilização de armas de fogo para depositarem o voto em determinados candidatos políticos, guarnições, inclusive com viaturas discretas, deslocaram-se para a localidade.

Na chegada da rua Padre Aldo Bortoncelo, os policiais da Força Tática foram surpreendidos por uma abordagem praticada por um automóvel Fiat Brava. O condutor, após desembarcar, tentou pará-los sacando uma arma. O homem, de 40 anos, percebeu que tratavam-se de militares e tentou fugir. Porém, foi alcançado e preso portando na cintura um revólver calibre 38 (marca Taurus) com numeração suprimida. A arma estava carregada com 6 munições. Os policiais realizaram revista no veículo e encontraram material de campanha de um partido político e uma agenda com anotações referente a votos.

Diante da situação, ele recebeu voz de prisão, sendo necessária a imobilização e utilização das algemas após ser levado ao solo. As equipes da Brigada Militar encaminharam-no para a Delegacia de Polícia Civil (DP), de Guaporé, para o registro de flagrante pelo crime de porte irregular de arma de fogo de uso restrito (devido à numeração estar suprimida). Posteriormente, foi conduzido para o Presídio Estadual de Guaporé onde fica à disposição da Justiça.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários