Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
20:00:00
Tua Essência
23:59:00
 
 

Gari fica ferido com descarte inadequado de resíduos em Guaporé

por André Fabio Bresolin

Fato aconteceu na área central, a cerca de 100 metros do Estádio General Ernesto Dorneles

Servidores identificaram a residência de onde saiu a sacola e o responsável pelo imóvel deve ser autuado com as sanções cabíveis
Foto: Divulgação

A empresa Reciclagem Serrana, responsável pela coleta seletiva dos resíduos secos e orgânicos do município de Guaporé, juntamente com a Administração Municipal, através da secretaria de Meio Ambiente, contabiliza mais um colaborador machucado pela falta de consciência de parte da população. Na manhã da quinta-feira, dia 17 de outubro, um gari ficou ferido, com um corte profundo na mão direita, ao coletar uma sacola contendo cacos de vidros acondicionados erroneamente. O fato aconteceu na área central, a cerca de 100 metros do Estádio General Ernesto Dorneles.

Dentro da lixeira, conforme imagens captadas pelos servidores da secretaria e da empresa, havia duas sacolas de resíduos uma contendo garrafas pets e a outra com os cacos de vidro. Esta não estava identificada. O homem, que não teve a identidade revelada, após coletá-la acabou cortando a mão. Ele, assim como todos os demais garis, estava utilizando os equipamentos de proteção individual (Epis). Com ajuda dos colegas de trabalho foi encaminhado para o Hospital Manoel Francisco Guerreiro, onde passou por exames e recebeu os cuidados necessários.

“É importante que a comunidade descarte corretamente o lixo, principalmente vidro e objetos cortantes. Se possível, identifiquem as caixas de papelão onde estão acondicionados esses materiais. Agrupe-os em jornais e evite que fiquem diretamente em contato com as sacolas plásticas. A repartição destes, com os demais resíduos é fundamental para que não ocorram mais acidentes de trabalho durante a coleta. São medidas simples que evitam acidentes de pessoas que trabalham duro para deixar nossa cidade limpa”, disse Danielle Lanzarin, que está respondendo temporariamente pela secretaria de Meio Ambiente, durante as férias da secretária Monia Zampeze.

Servidores da pasta identificaram a residência de onde saiu a sacola de resíduos que provocou ferimento no gari. O responsável pelo imóvel deve ser autuado com as sanções cabíveis.

Casos

Em 2019, conforme a Reciclagem Serrana, 10 garis foram afastados das atividades por atestados médicos após ferimentos durante a coleta de lixo. Além destes, outros casos, com menor gravidade, foram registrados.

Central de Conteúdo/Rádio Aurora 107.1 FM
Rede Scalabriniana de Comunicação
Siga-nos no Instagram: @rdauroraguapore

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários