Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
05:00:00
Tá na Hora
07:00:00
 
 

Cookies e Política de Privacidade
A Tua Rádio utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Polícia Civil prende suspeitos da morte de Sidnei de Lima Fortunato

por Eduardo Cover Godinho

Casal, que ‘residia’ nas ruínas do antigo Curtume Termignoni, foi preso pela DRACO em Passo Fundo. Investigação foi da DP de Guaporé

Foto: Divulgação

Agentes da Delegacia de Polícia Civil (DP), de Guaporé, elucidaram, após um minucioso e rápido trabalho do Setor de Investigação, todos os fatos relacionados ao primeiro crime contra a vida registrado no município no ano de 2021. Em 17 de agosto, por volta das 17h30min, o corpo de Sidnei de Lima Fortunato, que estava desaparecido há sete dias, foi encontrado pelos policiais em uma das salas dos prédios antigos e abandonado do Curtume Termignoni. No local, se depararam com o jovem, de 25 anos, assassinado com golpes na região da cabeça provocados por um instrumento contundente.

Durante as atividades de investigação, os agentes da DP de Guaporé, coordenados pelo delegado Tiago Lopes de Albuquerque, descobriram a motivação que desencadeou a ação criminosa: um desentendimento entre a vítima e mais duas pessoas, um casal. Os três, segundo apontado no Inquérito Policial (IP), eram usuários de entorpecentes (crack) e estariam ‘residindo’ provisoriamente nas ruínas do Curtume. Após uma discussão na noite do dia 10 de agosto, Sidnei, que possuía antecedentes criminais e estava cumprindo pena em regime aberto, foi morto e deixado no cômodo abandonado.

O homem, de 36 anos, e a mulher, de 39 anos, principais suspeitos do homicídio, foram localizados pelos policiais da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), após troca de informações com os agentes da DP de Guaporé, em um imóvel em Passo Fundo. A equipe, que tem na titularidade o delegado Diogo Ferreira, cumpriu com êxito os mandados de prisão temporária expedidos pelo Poder Judiciário da Comarca de Guaporé.

Os dois investigados pela morte de Sidnei, após receberem voz de prisão, foram conduzidos para a Delegacia da Draco e posteriormente encaminhados para o Presídio Regional de Passo Fundo.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais