Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
20:00:00
Tua Essência
23:59:00
 
 

Policial da Força Tática prende foragido com documentos falsos em Serafina Corrêa

por Eduardo Cover Godinho

Homem, com 66 anos, natural de Nova Prata tem passagens por furto e roubo. Ele identificou-se como curitibano, mas farsa foi desmascarada pelos policiais

Foragido, após detido no bairro Santin, foi levado para a DP de Serafina Corrêa
Foto: Brigada Militar

A Brigada Militar (BM), através da equipe da Força Tática (FT), pertencente ao 3º Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (3º BPAT), continua com ações pontuais e patrulhamento constante no combate à criminalidade na região da 2ª Companhia da BM (2ª Cia). Mesmo quando estão fora do expediente normal de trabalho, a percepção para evitar possíveis atividades delituosas está ativada. “Policial é policial, mesmo em horas de folga”, destacam os servidores que arriscam suas vidas para proporcionar segurança e paz às comunidades.

Mesmo estando em seu horário de descanso, um policial da Força Tática efetuou na sexta-feira, dia 10 de julho, na rua Sargento Alceu Silva Ávila, bairro Santin, a prisão de foragido da Justiça, de 66 anos, que estava utilizando documentos falsos. Ele recebeu informações que o homem estaria circulando pela cidade e, de imediato, acompanhado da guarnição do 5° Pelotão, deslocou-se até o ponto indicado. Os policiais localizaram-no.

Num primeiro momento o homem informou ser natural de Curitiba (PR), com 59 anos. Ele apresentou Carteira de Identidade, CPF e Título de Eleitor confeccionado no Estado de Santa Catarina.
Os policiais, de posse de detalhes cruciais de que esta não era a verdadeira identidade do homem, entraram em contato com os colegas da Força Tática – equipe de Nova Prata, e, diante da verificação da foto no Sistema Informatizado (passagem por outras prisões), constataram que se tratava de um foragido, com mandado expedido pela Comarca de Nova Prata. O criminoso, de 66 anos, diante da situação recebeu voz de prisão e foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil (DP), de Serafina Corrêa, onde foram analisados outros quesitos. A guarnição entrou em contato com uma filha, que revelou a verdadeira identidade do pai.

Os policiais civis e militares continuaram as averiguações e indagações por um tempo até que, o foragido, que tem passagens por furto e roubo, resolveu admitir e contar toda a farsa.

“Com ajuda de um homem especializado na falsificação de documentos, ele havia conseguido confeccionar a Carteira de Identidade, CPF, Título de Eleitor, inclusive com outro nome, no Estado de Santa Catarina. Ele informou ainda que conseguiu votar em eleições passadas”, disseram os servidores da segurança pública.

O registro da ocorrência por falsidade ideológica foi realizado na DP de Serafina Corrêa. Posteriormente, o foragido foi encaminhado para o Presídio Estadual de Guaporé onde fica à disposição da Justiça.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários