Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
05:00:00
Tá na Hora
07:00:00
 
 

Guaporé inicia recuperação no mercado formal

por Eduardo Cover Godinho

Impacto da pandemia do coronavírus no setor comercial e industrial ainda é grande, mas mês de agosto apresentou mais vínculos de trabalho abertos

O segundo trimestre de 2020 em todo o território brasileiro, quando as medidas de contenção para evitar a propagação do coronavírus (Covid-19) foram mais rígidas, mostrou-se um dos piores da história para os empregadores e, principalmente, para os trabalhadores com carteira assinada. Milhares de empresas fecharam ou reduziram suas produções e consequentemente milhares perderam o emprego. Foram quase nove milhões, destacou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A taxa de desemprego no país chegou a 13,3%. Porém, com a estabilidade registrada nos casos da doença, os setores que impulsionam a economia como a construção civil, comércio, serviços e outros voltaram a apresentar sinais de recuperação e o número de empregos formais cresce gradativamente.

No mês de agosto, foram 1,2 milhões de admissões e 990,1 mil desligamentos, resultado, em 249,4 mil empregos gerados no Brasil. Porém, no acumulado do ano houve 849,4 mil postos de trabalho fechados. Em solo gaúcho, o oitavo mês do ano registrou 7,2 mil vínculos abertos. Os empresários admitiram 72,2 mil novos trabalhadores e demitiram 65 mil. Apesar da recuperação, os reflexos da pandemia ainda são visíveis e no ano o saldo é negativo.

“Observamos uma retomada dos postos de trabalho. Alguns municípios mais fortes e outros um pouco mais lentos. No entanto é a tendência. Depois do abismo dos meses de abril, maio, junho e julho, começamos uma linha ascendente, ou seja, os setores começaram a perceber que a pandemia da Covid-19 só acabará quando realmente tivermos a vacina, mas a economia deve continuar. A tendência do mercado é continuar crescendo e fazendo ‘a roda girar’. Temos muitos setores econômicos ainda fechados ou que estão começando a reabrir, como os da educação privada, de entretenimento que emprega milhares de trabalhadores em teatro, shows musicais, feiras e outros. Esperamos que os Governos estimulem e flexibilizem a retomada”, disse a coordenadora do Observatório do Trabalho (Obstrab), da Universidade de Caxias do Sul (UCS), Dra. Lodonha Maria Portela Coimbra Soares.

Guaporé e região

Com forte atuação da indústria e do comércio, a região da Serra Gaúcha mostra, há dois meses, visíveis sinais de recuperação. Conforme o Obstrab UCS, todos os 14 municípios de abrangência apresentaram saldo positivo com mais de 2,2 mil empregos formais abertos. Guaporé, que faz parte das análises dos dados do Caged registrou em agosto 220 admissões e 208 desligamentos, resultado em 12 vínculos abertos. Dessa maneira, o município contou com um estoque de 7,4 mil empregos formais. O resultado positivo, após quatro meses de desempenho negativo, foi influenciado principalmente pelos setores da Indústria e do Comércio, que no período criaram 18 e 8 vagas, respectivamente. O setor agropecuário manteve-se, ao longo do período, com estabilidade.

Com a paralisação e diminuição das atividades industriais, comerciais e, consequentemente dos serviços, o acumulado no ano e dos últimos 12 meses apresentaram um saldo negativo. Em 2020 houve o fechamento de 564 empregos com carteira assinada. Nos últimos 12 meses, o município registrou 618 empregos encerrados.

“Não podemos analisar somente os dados/números consolidados, mas é importante avaliar o estoque de empregos formais e informais em Guaporé. O fato da indústria mostrar sinais de recuperação é extremamente favorável, pois, consequentemente teremos dados positivos no comércio e em outros setores. Acreditamos que o término de 2020 será favorável e de gradual crescimento, mesmo ainda estando na pandemia”, destaca.

Conforme Lodonha, todos os dados apresentados foram compilados pela equipe do Obstrab UCS do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), do Ministério da Economia (ME), do Governo Federal.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários