Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
09:00:00
Temática
12:00:00
 
 

Mulher é presa em flagrante pela Brigada Militar por tráfico de drogas no Santo André

por André Fabio Bresolin

26 pedras de crack, balança de precisão, material para embalar, R$ 291,00 em dinheiro e um caderno com anotações foram apreendidos

Y.W.S. foi conduzida para o Presídio Estadual de Guaporé
Foto: Eduardo Cover Godinho

A comercialização de entorpecentes de um conhecido ponto por parte das autoridades da segurança pública no bairro Santo André, proximidades do Cemitério Municipal, foi interrompida no começo da noite da segunda-feira, dia 9 de dezembro. Policiais militares do 4º Pelotão da Brigada Militar (BM), de Guaporé, sob comando do tenente Júlio Cesar de Oliveira Greff, durante patrulhamento e com conhecimento estratégico da área, avistaram, sem levantar suspeitas da presença, alguns conhecidos usuários de drogas saindo de uma residência na rua Dr. Jairo Brum, S/N.

Nas redondezas, os brigadianos abordaram uma das consumidoras que estava de posse de crack. Ela indicou com precisão o imóvel onde entorpecentes estavam sendo comercializados. Ao se aproximar, a guarnição se deparou com mais um jovem, que recém havia comprado entorpecentes, saindo e outra entrando. A porta da residência de uma mulher, identificada pelas iniciais Y.W.S., 21 anos, estava aberta. Na sala, os policiais avistaram a jovem sentada no sofá contando o dinheiro oriundo da venda de pedras de crack.

Após verificar minuciosamente os cômodos da residência, os policiais militares encontraram 26 pedras de crack – que totalizaram 205,65 gramas (ainda não fraccionadas), balança de precisão, material para embalar, R$ 291,00 em dinheiro fraccionado e um caderno com diversas anotações referentes ao tráfico.

A mulher, diante da comercialização de drogas, recebeu voz de prisão sendo encaminhada, juntamente com os usuários, para a Delegacia de Polícia Civil (DP), de Guaporé, para o registro do flagrante por tráfico. A filha, menor de idade, estava no imóvel no momento da abordagem. Os policiais, que receberam reforço de um colega que estava no quartel para dar andamento aos trabalhos, acionaram o Conselho Tutelar para que medidas cabíveis fossem adotadas.

Y.W.S. foi conduzida para o Presídio Estadual de Guaporé onde fica à disposição da Justiça.

Central de Conteúdo/Rádio Aurora 107.1 FM
Rede Scalabriniana de Comunicação
Siga-nos no Instagram: @rdauroraguapore

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários