Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
18:00:00
Encontro Certo
19:00:00
 
 

Morador de Guaporé morre eletrocutado em Cacique Doble

por Eduardo Cover Godinho

Guilherme Moraes, 26 anos, era natural de Novo Hamburgo e trabalhava para empresa que realiza manutenção nas redes de energia elétrica

O morador de Guaporé, Guilherme Moraes, 26 anos, funcionário de uma empresa que realiza manutenção nas redes de energia elétrica (Tiarajú Engenharia), morreu eletrocutado na tarde da terça-feira, dia 7 de julho, durante atividade da rede de alta tensão na localidade de São Joãozinho, zona rural de Cacique Doble. Natural de Novo Hamburgo, Moraes recebeu, conforme informações, uma descarta elétrica de aproximadamente três mil volts.

Conforme os colegas de trabalho, ele estava em manutenção em um poste, em cima de uma escada, quando a tragédia aconteceu. Duas equipes atuavam na comunidade, atingida por temporais no dia 30 de junho, quando rompeu um cabo e uma das linhas encostou em outro energizado. O jovem chegou a ser socorrido pelos colegas e foi encaminhado de ambulância, pelos profissionais de saúde do Município de Cacique Doble, para o Hospital São Roque, porém, não resistiu aos ferimentos.

“Quando a pessoa recebe uma carga elétrica de tamanha magnitude, acaba fazendo uma parada cardíaca instantânea e automaticamente, com o passar do tempo, acontece a morte encefálica pela não circulação de sangue pelo cérebro. O paciente, devido à descarga elétrica intensa, chegou ao hospital com todos os sinais de óbito presentes. Não conseguimos reanimá-lo”, disse o médico, Dr. Luan Gabriel Paese.

O jovem deixa dezenas de amigos e colegas de trabalho enlutados em Guaporé pela repentina partida.

Verificação
Peritos do Instituto Geral de Perícias (IGP) estiveram no local da tragédias para fazer o levantamento e apurar o que aconteceu.

 

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários