Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
 
 

Defesa Civil de Guaporé atualiza informações sobre a enxurrada

por André Fabio Bresolin

Contabilidade aponta para uma família desalojada

Conforme relatório apresentado às 13h30min, foram 65 residências atingidas pela água
Foto: Defesa Civil de Guaporé

A Coordenadoria de Defesa Civil de Guaporé, juntamente com as secretarias de Obras e Viação, e Assistência Social e Habitação, participou ativamente das atividades para minimizar os prejuízos causados pelo transbordo do Arroio Barracão. Ações foram realizadas durante a noite da segunda-feira, dia 4 de novembro, e na madrugada da terça-feira, dia 5. Equipes estiveram nos pontos críticos, auxiliando na remoção de galhos e entulhos que obstruíam a passagem da água, próximos às pontes e pontilhões.

Passado o problema, as autoridades e responsáveis se reuniram para analisar a situação e verificar o que pode ser executado no auxílio as famílias atingidas. Conforme relatório apresentado às 13h30min, foram 65 residências atingidas pela água nos bairros Planalto (Capela Nossa Senhora Aparecida), Centro, Canecão, Nossa Senhora do Carmo (Pinheirinho), Santo André, Vila Verde e São José. Nem todas foram em decorrência do transbordo do Arroio Barracão. Além dos imóveis, tubulações obstruídas e buracos nas pavimentações urbana e rural foram detectadas.
Entre as providências que estão sendo tomadas destacam-se: auxílio para as famílias atingidas; interdição e sinalização das vias com problemas; desobstrução dos pontilhões com retroescavadeira; limpeza nas vias e recolhimento de resíduos.
Felizmente não houve feridos e não há desabrigados. A contabilidade aponta para uma família desalojada.

Central de Conteúdo/Rádio Aurora 107.1 FM
Rede Scalabriniana de Comunicação
Siga-nos no Instagram: @rdauroraguapore

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários