Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
00:00:00
Igreja no Rádio
05:00:00
 
 

Jovem é morto no Balneário do Camping do Carreiro em Serafina Corrêa

por Eduardo Cover Godinho

Daniel De Farias Galleazzi, 21 anos, foi golpeado oito vezes com um canivete de aproximadamente 10cm de lâmina. Autor do crime foi preso pela Brigada Militar

Foto: Divulgação

Nem bem começou o novo ano e o município de Serafina Corrêa registrou o primeiro homicídio. O crime aconteceu no dia 1º de janeiro, por volta da 1h30min, nas dependências do Balneário do Camping do Carreiro de Serafina Corrêa, zona rural/Linha Bento Gonçalves. Daniel De Farias Galleazzi, 21 anos, natural de Muçum e residente em Anta Gorda, foi golpeado oito vezes com um canivete de aproximadamente 10cm de lâmina. O autor dos golpes, um rapaz de 30 anos – morador do bairro Vila Verde de Guaporé, foi preso em flagrante pelos policiais militares que estão na Operação RS Verão Total e a da guarnição do 5º Pelotão da Brigada Militar (BM), de Serafina Corrêa. A arma branca foi apreendida.

Conforme informações, uma briga generalizada aconteceu em um dos pontos da área de lazer. Policiais foram avisados na Central de Operações (Telefone 190) e deslocaram-se para verificar o tumulto e prestar auxílio aos colegas que efetuam o patrulhamento no camping. O autor do crime, que é natural de Guarujá/SP, fugiu em direção ao lado do posto da BM, onde acabou abordado. Ele, segundo os policiais, apresentava ferimentos que teriam sido causados por Galleazzi durante a briga, sendo posteriormente encaminhado para atendimento. O rapaz confessou que desferiu várias facadas na vítima.

As oito perfurações atingiram o abdômen (uma), tórax esquerdo (três), pescoço (duas) e ombro esquerdo (uma). Ferido, Galleazzi foi socorrido por populares para o Hospital Nossa Senhora do Rosário. O jovem recebeu atendimento da equipe de médicos e enfermagem da casa de saúde, porém, não resistiu aos ferimentos e morreu.

O acusado, após receber voz de prisão, foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil (DP), de Marau, onde foi realizado o registro do flagrante e na sequência conduziram-no para o Presídio Estadual de Guaporé onde fica à disposição da Justiça.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários