Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
07:00:00
Conectado
09:00:00
 
 

Homem é acusado de estupro de vulnerável em Guaporé

por Eduardo Cover Godinho

Mãe flagrou abuso na cozinha do imóvel. Brigada Militar (BM) foi chamada e prendeu o padrasto de 30 anos

Foto: Divulgação

Órgãos de segurança pública (Brigada Militar e Polícia Civil) registraram mais caso de violência doméstica (Lei Maria da Penha) – estupro de vulnerável no município de Guaporé. É o segundo, conforme dados da Secretaria Estadual da Segurança Pública (SSP/RS), ao longo de 2020. Na oportunidade, o abuso, flagrado pela mãe da criança de nove anos, aconteceu na noite do sábado, dia 28 de novembro, em uma residência e envolveu o padrasto. O rapaz, de 30 anos, foi preso em rápida ação dos policiais do 4º Pelotão da Brigada Militar (BM), comandados pelo tenente Júlio César de Oliveira Greff.

Conforme informações, a mãe havia deixado a menina sozinha com o seu companheiro, por alguns momentos, para tomar banho. Eles estavam em um dos cômodos do imóvel (cozinha) quando, ao retornar, percebeu que a filha estava praticando sexo oral. Em ato contínuo, a mulher partiu para cima do homem e, em momento de muita raiva, passou a agredi-lo. Na sequência, após o comunicado para a Central de Operações (Telefone 190), os policiais militares chegaram e localizaram o suspeito do estupro da menina de nove anos desacordado ao lado da cama, no quarto do casal.

Após tomar ciência da prisão, o homem foi conduzido para a Delegacia de Polícia Civil (DP), de Guaporé, para o registro do flagrante por estupro de vulnerável. Devido à movimentação intensa de familiares, amigos e conhecidos da família nas imediações do prédio público, o acusado foi retirado pelos policiais militares para um lugar seguro até a conclusão dos trabalhos dos agentes. Na sequência, foi encaminhado para o sistema prisional gaúcho onde fica à disposição da Justiça.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários