Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
00:00:00
Igreja no Rádio
05:00:00
 
 

Governo do RS exige passaporte vacinal para entrada em eventos no território gaúcho

por Letícia Brignol

Obrigatoriedade visa à redução da abstenção na vacinação,menor circulação do vírus e retomada das atividades sociais com maior segurança

Com o intuito de diminuir a circulação do coronavírus e, acima de tudo, reduzir a abstenção na vacinação contra a Covid-19, o Governo do Estado do Rio Grande do Sul passou a exigir desde a última semana, o passaporte vacinal para a entrada em uma série de atividades em todo território gaúcho.

De acordo com a determinação do Estado, o certificado de vacinação vale em todo RS desde a segunda-feira, 18 de outubro, e passa a ser exigido em competições esportivas, eventos infantis, sociais e de entretenimento em buffets, casas de festas, casas de show, casas noturnas, restaurantes, bares e similares; cinemas, teatros e shows; feiras, exposições e congressos corporativos; parques de diversão, temáticos e de aventura e outros atrativos turísticos.

Essa exigência segue um cronograma que corresponde ao que estava previsto no calendário estadual de vacinação. Dessa forma indivíduos:

- menores de 18 anos: não requer ainda apresentação de carteira vacinal, pois o processo de imunização desta faixa-etária é recente e segue em andamento;

- de 18 a 29 anos: até dia 30 de novembro pode comprovar somente a primeira dose ou dose única. De 01 de dezembro em diante, esquema vacinal completo;

- de 30 a 39 anos: até dia 31 de outubro pode comprovar somente a primeira dose ou dose única. De 01 de novembro em diante, esquema vacinal completo;

- mais de 40 anos: esquema vacinal completo com as duas doses ou dose única.

Há várias formas de realizar a comprovação de vacinação, cabe ao cidadão identificar qual prefere e acha mais fácil de realizar. É possível apresentar o cartão de vacinação da Covid-19 recebido no ato da imunização emitido pela Secretaria de Saúde ou a Caderneta Nacional de Vacinação para aqueles que preferiram fazer o registro diretamente na mesma. A forma de mais fácil acesso e de transporte é via aplicativo Conecte SUS, onde é possível fazer download em seu celular e ter o comprovante em mãos onde estiver.

O Estado do RS, através do governador Eduardo Leite, ainda exige em alguns casos, além da apresentação do comprovante vacinal, o teste negativo de Covid-19. É o caso de eventos com público de 401 a 800 pessoas; feiras, exposições e similares com público acima de 2.501 pessoas; e cinemas, teatros, auditórios, shows e similares com público superior a 2.501 com determinação de público máximo de 10.000.

Em Guaporé, conforme explica o Secretário de Saúde, Ronaldo Invernizzi, o Poder Público optou por não permitir a realização de eventos com público acima de 400 pessoas. Tendo em vista que o município não tem a estrutura necessária para realizar uma testagem em grandes proporções como a exigida pelo Estado. Dessa forma, com atividades com este número de participantes exigem, apenas, o comprovante vacinal.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários