Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
20:00:00
Tua Essência
23:59:00
 
 

Testado em humanos pela primeira vez, ventilador pulmonar Frank 5010 apresenta ótimo desempenho

por André Fabio Bresolin

Equipamento será apresentado neste sábado ao governador Eduardo Leite, durante a entrega de 10 novos leitos de UTI no Hospital Geral de Caxias do Sul

Além do teste realizado hoje das 14h30 às 15h30, o dispositivo será aplicado em outros nove pacientes
Foto: Divulgação

O ventilador pulmonar Frank 5010, desenvolvido por um grupo de engenheiros voluntários sob coordenação do TecnoUCS e orientação do Hospital Geral, passou em seu primeiro teste realizado em humanos. No Hospital Geral de Caxias do Sul, o aparelho, criado para atuar no atendimento de pacientes da Covid-19, teve seu desempenho aprovado após ser utilizado em uma paciente internada na Unidade de Terapia Intensiva do HG. O equipamento será apresentado, neste sábado (16), ao governador do Estado, Eduardo Leite, durante a entrega de 10 novos leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) no Hospital Geral de Caxias do Sul.

A aplicação clínica do ventilador pulmonar ocorreu após a autorização da Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep), encaminhada pelo órgão no final da manhã desta sexta-feira, dia 15. Além do teste realizado hoje das 14h30 às 15h30, o dispositivo será aplicado em outros nove pacientes, completando o projeto de pesquisa do ventilador pulmonar e compondo um conjunto de processos para a homologação do equipamento pela Anvisa.

A permissão da Conep para a continuidade da pesquisa veio após um teste pré-clínico realizado em um suíno na quarta-feira, dia 13. Os dados obtidos com o animal foram satisfatórios e permitiram a aplicação em humanos cumprindo todos os requisitos de segurança.

Os trabalhos de testagem foram acompanhados pela equipe assistencial da UTI, por engenheiros relacionados ao projeto e por diretores do HG. Segundo Alexandre Avino, Diretor Técnico do HG, os resultados obtidos pelo Frank 5010 podem ser considerados perfeitos, pelo fato do aparelho ter mantido adequadamente o ciclo respiratório e a eficiência no processo de ventilação pulmonar da paciente. Para o médico, os dados obtidos pela pesquisa e a pela avaliação clínica demonstram que o equipamento apresentou segurança e confiabilidade em seu primeiro uso com humanos.

Central de Conteúdo/Rádio Aurora 107.1 FM
Rede Scalabriniana de Comunicação
Texto: Assessoria de Imprensa UCS
Siga-nos no Instagram: @rdauroraguapore

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários