Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
00:00:00
Igreja no Rádio
05:00:00
 
 

Com rigor nas ações sanitárias, Lar Santa Rita de Guaporé não contabiliza casos de Covid-19

por Eduardo Cover Godinho

Cerca de 60 pessoas, entre funcionários e assistidos, estão tomando todos os cuidados necessários para evitar a propagação do vírus no ambiente

O Lar Santa Rita, conhecido carinhosamente como Lar dos Idosos de Guaporé, está há quatro meses com ações e medidas mais rigorosas no combate e disseminação do novo coronavírus (Covid-19). A entidade, localizada nas dependências da antiga empresa Credeal – bairro Planalto, conta com 27 assistidos, entre homens e mulheres dos 60 aos 110 anos, 26 colaboradores e nenhum deles, até o momento, foi infectado com o vírus. A casa asilar é uma das poucas sem o registro de surto da doença em todo o território do Rio Grande do Sul.

Para evitar o contágio, todos os profissionais realizam periodicamente a limpeza dos espaços internos e externos, utilizam equipamentos de proteção individual (EPIs), mantem os idosos em distanciamento social e aferem a temperatura três vezes ao dia. Doações da comunidade, em especial de alimentos não perecíveis, são aceitas e importantes, porém, não está sendo permitido o acesso para a parte interna. Todos os donativos são deixados no portão principal e passam por controle de higienização.

“Tínhamos, antes mesmo do surgimento da Covid-19, um controle de higienização com hipoclorito de sódio (água sanitária) mensal nas paredes e calçadas. Agora intensificou-se e a limpeza é semanal. Todos os colaboradores sempre utilizaram os equipamentos para atendimento dos idosos. Os cuidados para evitar o contágio e a entrada do vírus aumentaram”, disse o presidente Emílio Carlos Zanon, o popular Caio Zanon.

Entre as medidas mais duras e extremas tomadas pela direção do Lar Santa Rita foi a interrupção das visitas. Familiares e responsáveis pelos assistidos pela entidade, somente com controle e fiscalização, estão autorizados a comparecer.

“Adaptamos um cômodo especial (quarto) para que os idosos pudessem ter contato visual com seus familiares. Todos com roupas adequadas e higienizados. Estes ficam em ambientes separados por um vidro, respeitando o distanciamento social e seguros. Até então, a forma de saber como estavam era através de videoconferências. Mudamos a forma da aproximação e pensamos nas pessoas, não só no coronavírus. Damos valor ao ser humano e por isso todos os profissionais do Lar Santa Rita foram capacitados para enfrentar esse momento delicado. Me sinto bem tranquilo por tudo que estamos fazendo por eles e seus familiares”, afirmou.

Zanon complementou:

“Notamos que os idosos têm muita vontade de falar com os familiares e, ao perceber que a saudade é intensa, convidamos as famílias para que venham até a entidade e conversem com eles. Sabemos o quão é difícil não poderem se abraçar, mas se faz necessário nessa hora em que estamos enfrentando a Covid”.

O Presidente Zanon lamenta que, por meio de pessoas maldosas da comunidade, o Lar Santa Rita virou alvo de boatos de surto da Covid-19. Em nota, a direção informou que está consciente do quão é grave o vírus e que terá a responsabilidade de comunicar os órgãos responsáveis e familiares caso ocorra a contaminação.

“Se nós tivéssemos algum problema, seria, como presidente e responsável pelo Lar, a primeira pessoa a me manifestar. Quem me conhece sabe que nunca fui de varrer a sujeira para baixo do tapete. Jamais esconderia, porque é uma questão de saúde pública e um respeito com os familiares. Gostaria de esclarecer que a entidade não tem nenhum caso. Temos um trabalho eficiente e adotamos um prontuário específico para acompanhar cada um dos idosos. Acreditamos que, seguindo todas as recomendações e protocolos de segurança, não teremos nenhum caso”, salientou Zanon.

Testes realizados
No mês de junho, o Poder Público, a pedido da direção do Lar Santa Rita, realizou testes, por amostragem, em idosos e colaboradores. Nenhum com resultado positivo para a Covid-19. Nos próximos dias, em parceria com a Agência do Sicoob Guaporé serão aplicados mais 20 testes.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários