Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
12:10:00
No Ponto
14:00:00
 
 

Primeiro caso importado de dengue é registrado em Guaporé

por Eduardo Cover Godinho

Infectada contraiu a doença ao realizar uma viagem. Diagnóstico foi confirmado por laboratório particular da cidade

O município de Guaporé registrou na manhã da segunda-feira, dia 15 de fevereiro, o primeiro caso importado (quando a doença é contraída fora do município) de dengue na cidade em 2016. A paciente, de identidade preservada, foi infectada pelo mosquito Aedes Aegypti durante uma viagem. Ela desenvolveu os sintomas da doença (febre e dores musculares), buscou atendimento no Hospital Manoel Francisco Guerreiro, foi medicada, ficou internada e já voltou às atividades normais. O caso foi registrado no início do mês de fevereiro.

Amostras foram coletadas na paciente e encaminhadas para Laboratório Central do Estado (Lacen), para a confirmação do diagnóstico, o que deve ocorrem em no máximo 15 dias. A efetivação do primeiro caso, porém, foi dada através de exames realizados em um laboratório particular no município.

Neste caso de confirmação, apesar ainda de não ter sido oficializado pelo Governo Gaúcho, a Vigilância Ambiental de Guaporé, setor da Secretaria Municipal da Saúde, realiza um trabalho de vistoria nos locais próximos de onde mora a paciente contaminada para combater o Aedes Aegypti e evitar a contaminação do mosquito. Um fumacê e a delimitação do foco está sendo efetuado pelos agentes de endemia. Os responsáveis pelas Vigilâncias Ambiental e Epidemiológica alertam para os sintomas da doença que são: febre; dor de cabeça, no corpo e nos olhos; cansaço e hemograma alterado.

 

Estado

De acordo com o boletim epidemiológico apresentado pela Secretaria Estadual da Saúde, 701 casos notificados no Rio Grande do Sul, 58 foram confirmados, dos quais 22 somente na semana entre 7 e 12 deste mês. Das confirmações, 15 são autóctones (doença contraída no estado). Em 2015, foram 147 notificações, com 7 casos confirmados. O estado soma também 52 casos suspeitos de febre chikungunya, sem nenhuma confirmação, e, das 52 notificações do zika vírus, um caso foi confirmado.

 

Cuidados para evitar o acúmulo de água:

- Fechar caixas d'água, tonéis e latões

- Limpar com escova os bebedouros de animais

- Guardar garrafas vazias com o gargalo para baixo

- Guardar pneus velhos sob abrigos

- Manter desentupidos ralos, canos, calhas, toldos e marquises

- Não acumular água nos vasos de plantas, substituindo por areia

- Colocar embalagens de vidro, lata e plástico em lixeiras fechadas

- Manter a piscina tratada

- Verificar se os ralos estão desentupidos e, se não estiver usando, deixar fechados ou com telas

- Observar a bandeja externa de água na parte de trás da geladeira.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais