Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
09:00:00
Temática
12:00:00
 
 

Na bandeira laranja, Guaporé comemora redução nos casos ativos da Covid-19

por Eduardo Cover Godinho

Número de pacientes internados também diminuiu. Após 50 dias, mais um homem morreu com exame positivo para a doença

Mapa preliminar com três regiões em bandeira amarela
Foto: Ilustração

Pela primeira vez desde o fim de junho, o modelo de Distanciamento Controlado do Governo do Rio Grande do Sul, que classifica 21 regiões em conformidade com a situação epidemiológica dos casos do Coronavírus (Covid-19), apresentou uma coloração diferenciada das “tradicionais” laranja e vermelha. Bagé, Palmeira das Missões e Pelotas apresentaram melhoras e foram classificadas em bandeira amarela. As demais, seguem em risco epidemiológico médio. Dos 497 municípios gaúchos, 284 não apresentaram registro de hospitalizações e óbitos por Covid-19 nos últimos 14 dias.

A macrorregião da Serra Gaúcha, composta por 49 municípios, segue em bandeira laranja e comemora os resultados. Os registros de hospitalizações confirmadas para Covid-19 reduziram 19%, passando de 90 para 73 na macrorregião. No caso de leitos clínicos, o número de pacientes passou de 52 para 43, uma redução de 17%. A Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (Amesne), assim como aconteceu nas últimas semanas, não entrará com recurso e reforça a importância dos cuidados preventivos para seguir combatendo o coronavírus.

Guaporé

Classificado com bandeira laranja, Guaporé comemora redução nos casos de pacientes com o vírus ativo. Conforme o boletim epidemiológico divulgado na sexta-feira, dia 9 de outubro, foram contabilizados 890 casos da Covid-19. Deste total, 28 estão com ativos, 12 a menos que o registro do dia 6. Outro dado importante são os pacientes internados em unidades hospitalares. Eram seis, agora são dois. 95,84% dos casos confirmados da doença estão curados. Dos 890, são 853 que venceram à Covid-19.

O dado triste é que após 50 dias, o município voltou a registrar óbito. Um homem, de 69 anos, que estava internado em unidade hospitalar de Caxias do Sul, morreu na terça-feira, dia 7 de outubro, com exame positivado para a doença.

O Comitê de Operações Emergenciais (COE) e o Gabinete de Crise à Covid-19 reforça as medidas sanitárias para que a batalha contra a doença seja vencida. O uso de máscara é obrigatório. Realizar a higienização das mãos e ambientes, bem como manter o distanciamento social são fundamentais no dia a dia.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários