Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
05:00:00
Tá na Hora
07:00:00
 
 

Secretaria da Saúde de Guaporé promoverá ações no Dia D de Combate ao Aedes

por Eduardo Cover Godinho

“Sábado da Faxina” busca a conscientização da população para a erradicação de criadouro do mosquito transmissor da dengue, da chikungunya e do vírus Zika

A Secretaria de Saúde, de Guaporé, dá seguimento, neste sábado, dia 13 de fevereiro, a execução de ações da força-tarefa de combate ao mosquito Aedes Aegypti com o Dia D de mobilização, na área central e nos bairros. Com caráter educativo, a atividade, com o slogan “Se o mosquito mata, ele não pode nascer”, visa intensificar a conscientização da população para a importância de erradicar os criadouros do mosquito. Durante toda a manhã, serão distribuídos materiais informativos em pontos estratégicos, com explicação das medidas de prevenção, além de orientações aos moradores sobre a importância do envolvimento de todos nessas ações.

O “Sábado da Faxina” em Guaporé vai contar com panfletagem nas residências, realizada através dos agentes de endemia e saúde, das 9h às 11h30min. Na Praça Vespasiano Corrêa, uma equipe da Saúde, com profissionais das Vigilâncias Ambiental e Epidemiológica, estarão orientando e distribuindo sacos pretos para o recolhimento dos pequenos recipientes. Agentes de saúde, ao longo da semana, orientaram a população para que colabore com as atividades programadas no Dia D.

Na Unidade Básica de Saúde Central e nas Estratégias de Saúde da Família (ESFs), espalhadas pelos bairros do município, as atividades vão acontecer das 8h30min às 11h30min. Nestes locais, na área externa, os moradores poderão levar lixeiras, baldes velhos, tampas, garrafas, brinquedos e tudo o que estiver sem uso, e que acumule água. O recolhimento será efetuado por pessoas capacitadas (agentes) que estarão dando todas as orientações necessárias para Guaporé ficar livre do mosquito transmissor da dengue, da chikungunya e do vírus Zika.

“Para erradicar o Aedes Aegypti e todos os seus possíveis criadouros, recomendamos à população a adoção de uma rotina com medidas simples para eliminar recipientes que possam acumular água parada. Quinze minutos de vistoria são suficientes para manter o ambiente limpo. Pequenos recipientes podem ser os vilões e servir de criadouros para as larvas do mosquito. Medidas de proteção individual também podem complementar a prevenção das doenças, como o uso de repelentes e inseticidas para o ambiente. Se cada um fizer a sua parte, Guaporé estará livre do temido mosquito transmissor da dengue, da chikungunya e do vírus Zika”, destacou a Secretária Patrícia Messa Urrutigaray.

 

Saiba alguns cuidados para evitar o acúmulo de água, onde o mosquito pode se reproduzir:

- Feche caixas d'água, tonéis e latões

- Limpe com escova os bebedouros de animais

- Guarde garrafas vazias com o gargalo para baixo

- Guarde pneus velhos sob abrigos

- Mantenha desentupidos ralos, canos, calhas, toldos e marquises

- Não acumule água nos vasos de plantas, substituindo por areia

- Coloque embalagens de vidro, lata e plástico em lixeiras fechadas

- Mantenha a piscina tratada

- Verifique se os ralos estão desentupidos e, se não estiver usando, deixe-os fechados ou com telas

- Observe a bandeja externa de água na parte de trás da geladeira

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais