Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
18:00:00
Encontro Certo
19:00:00
 
 

Hospital de Campanha recebe nova estrutura para atender a comunidade guaporense

por André Fabio Bresolin

Entre as ações estão treinamentos aos profissionais, isolamento social e atendimento das pessoas que apresentam sintomas respiratórios

A união de esforços entre autoridades profissionais de saúde que atuam no Comitê de Operações de Emergência (COE), Secretaria Municipal da Saúde, Estratégias de Saúde da Família (ESFs) e Hospital Manoel Francisco Guerreiro, de Guaporé, com apoio da Administração Municipal e órgãos de segurança pública (Brigada Militar/Polícia Civil/Corpo de Bombeiros/Susepe), tem evitado a disseminação do novo coronavírus (Covid-19). O município não apresenta nenhum caso confirmado da doença e o monitoramento é constante.

Entre as ações e medidas que mostram-se eficazes, até o momento, estão os treinamentos aos profissionais, o isolamento social (quarentena) e, principalmente, o atendimento das pessoas que apresentam febre e sintomas respiratório como tosse, congestão nasal ou falta de ar no “Hospital de Campanha”. Para que não haja superlotação e uma propagação do vírus em caso da circulação de um paciente infectado na sala de atendimento dentro da Casa de Saúde, a estrutura com 10 profissionais (médicas, enfermeiras, técnicos de enfermagem e outros que auxiliam nas orientações), mudou de lugar. As equipes, que antes estavam em um ponto montado próximo ao estacionamento das ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), agora atendem ao lado do Centro Municipal de Saúde.

O novo espaço conta com ampla área para organização e distanciamento dos pacientes e três salas (Orientações, Triagem e Consultório) que oferecem total segurança para quem está na linha de frente e quem necessita de atendimento.

“Adequamos a estrutura para que todos possam desempenhar suas funções dentro das medidas de saúde recomendadas. Nosso principal objetivo é atender quem está necessitando e efetuar, da melhor forma possível e com segurança, a avaliação para o encaminhamento ou para o Hospital (casos suspeitos) ou para suas residências na continuidade do isolamento social”, disse a secretária Juliana Fossá Maschio.

O atendimento da unidade específica para avaliar e triar possíveis casos de novo coronavírus (COVID-19) acontece das 8h às 21h ininterruptamente. Foram atendidos cerca de 80 pacientes, sendo cerca de 50 com sintomas respiratórios e os demais com crises de ansiedade e outros, desde o dia 23 de março.

Central de Conteúdo/Rádio Aurora 107.1 FM
Rede Scalabriniana de Comunicação
Siga-nos no Instagram: @rdauroraguapore

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários