Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
18:00:00
Encontro Certo
19:00:00
 
 

Estado divulga definições para o retorno às atividades escolares no RS

por Letícia Brignol

Instituições de ensino devem seguir as medidas de prevenção, monitoramento e controle à Covid-19

Foto: Divulgação

Com o início do mês de fevereiro o retorno às salas de aula se aproxima. Diante do cenário de pandemia com aumento exponencial no número de casos e alto índice de contágio da variante Ômicron, o governo do estado publicou uma nota informativa com orientações para as instituições de ensino de todo território do Rio Grande do Sul. São medidas de prevenção, monitoramento e controle à Covid-19.

O uso de máscara é obrigatório para todos os professores, funcionários e alunos. Mais do que isso, orienta-se para o uso correto da máscara: cobrindo nariz e boca; ideal a troca a cada 3 horas, ou quando estiver úmida; manuseio pelas laterais da máscara e com as mãos higienizadas. Para os adultos a recomendação é do uso de máscaras cirúrgicas descartáveis sob uma máscara de tecido bem ajustada. As crianças devem utilizar as máscaras para circulação nos espaços; crianças acima de 3 anos e menos de 5 anos devem utilizar máscara com supervisão de um adulto, entre 5 e 12 anos devem ser orientadas ao uso correto, acima de 12 anos seguem as mesmas recomendações dos adultos.

Quanto às medidas de prevenção e controle, de acordo com o Governo do RS, a melhor estratégia é a educação de toda população como orientações sobre o agravo da doença, noções de prevenção à contaminação, etiqueta respiratória, organização, limpeza e ventilação dos ambientes, higienização pessoal e vacinação.

Em caso de contaminação dos professores e funcionários os mesmos deverão ficar afastados por sete dias (em casos de indivíduos com status vacinal em dia) e 10 dias (para indivíduos com esquema vacinal em atraso ou não-vacinado) a contar da coleta do exame ou início dos sintomas. As orientações para os alunos podem ser conferidas na imagem.

Algumas ações do cotidiano também podem ser postas em prática para que o ambiente escolar se torne mais seguro quanto à contaminação com o coronavírus.

- Realizar a busca ativa diária de sintomáticos, conforme definição de caso suspeito. As orientações quanto à conduta em relação a estudantes portadores de sintomas respiratórios devem obedecer aos critérios definidos para cada faixa etária;

- Restringir o compartilhamento de utensílios de uso pessoal, tais como copos, talheres, pratos, xícaras, garrafas de água, bem como de materiais escolares (canetas, lápis, cadernos), incentivando a higienização frequente e adequada destes utensílios;

- Buscar estratégias para manutenção do distanciamento físico entre as pessoas no refeitório ou locais em que sejam realizadas alimentações;

- As atividades de educação física devem ser realizadas preferencialmente ao ar livre ou pátio coberto;

- Nas escolas agrícolas e/ou com estudantes residentes: exigir o uso de máscaras sempre que saírem dos seus dormitórios. As visitas a outros dormitórios que não seja o do estudante devem ser desestimuladas. Estudantes que não permanecem nas escolas, ao término das atividades, não podem circular pelos dormitórios.

Mais informações e orientações podem ser acessadas em: >https://coronavirus.rs.gov.br/.../31172941-nota...

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários