Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
00:00:00
Igreja no Rádio
05:00:00
 
 

Vereador Luiz Airton de Oliveira toma posse na Câmara de Vereadores

por André Fabio Bresolin

Policial militar na reserva substitui o colega Rodrigo De Marco (PDT), que solicitou licença para tratar de assuntos particulares

A representatividade do povo na Câmara de Vereadores de Guaporé, nunca mudou tanto na história recente do parlamento como na gestão 2017/2020. A posse na 22ª sessão ordinária realizada na segunda-feira, dia 12 de agosto, do advogado Luiz Airton de Oliveira (PDT), 55 anos, marca o quinto suplente a assumir a titularidade no plenário Roberto Baldasso. Ex-secretário da Segurança Pública e Trânsito, no começo da gestão Fabris e Bastian, Oliveira permanecerá defendendo os interesses da comunidade durante 30 dias. O policial militar na reserva substitui o colega, também advogado Rodrigo De Marco (PDT), que solicitou licença para tratar de assuntos particulares.

Nas eleições de outubro de 2016, Oliveira, que concorreu na coligação “Pra Frente Guaporé” composta pelos partidos PDT/MDB/PTB/PPS/PR, contabilizou 293 votos (1,88% votos válidos) sendo o 20º candidato mais votado entre os 40 que concorreram às 11 cadeiras na Casa Legislativa. Em sua primeira fala diante da esposa Denise Deolindo, do cunhado Valmir e de amigos que estavam presentes no plenário, o pedetista agradeceu a colaboração de todos, em especial do Diretório Municipal do PDT, presidido pelo empresário Ademir Damo, pela confiança depositada durante o período eleitoral e após o resultado nas urnas.

“Agradeço a presença de todos e as manifestações dos colegas vereadores. As palavras me enchem de orgulho e prestígio, mas vou ter que fazer pelos elogios. Terei que me desdobrar para bem representar a comunidade guaporense. Manifesto a satisfação de novamente voltar à essa casa e poder contribuir com o Município. Não é fácil chegar até aqui, todos sabem que temos que lutar. Tenho muita gratidão ao meu partido PDT por me proporcionar concorrer a vereador em duas oportunidades. Estou aqui para defender o projeto da nossa coligação”, destacou.

A presença de Oliveira no Poder Legislativo só foi possível graças à saída de De Marco e à recusa da suplente Isabel Salvi, servidora do Escritório do IPE (Guaporé) que preferiu não se exonerar do cargo para ocupar a cadeira. Com carreira policial basicamente dedicada ao combate à criminalidade na cidade de Marau, o pedetista, natural de Santa Cruz do Sul, acredita que acertou ao escolher Guaporé para fixar residência, assim como fez seu pai na década de 70.

“Até então, apesar de ter adotado essa cidade maravilhosa para morar, era uma pessoa desconhecida na comunidade. Fiz meu trabalho todo na Brigada Militar fora deste município. Se concorresse em Marau, talvez me elegeria pois lá fiquei por 16 anos. Mas resolvi vir a Guaporé e aqui me estabelecer. Graças a Deus o meu plano de vida está dando certo”, afirmou.

Essa é a segunda vez que o pedetista assume a cadeira no Poder Legislativo. Em setembro de 2015, Oliveira, que nas eleições de 2012 registrou 160 votos (22ª candidato mais votado), esteve representando o povo durante o período de 30 dias.

Central de Conteúdo/Rádio Aurora 107.1 FM
Rede Scalabriniana de Comunicação
Siga-nos no Instagram: @rdauroraguapore

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais