Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
20:00:00
Tua Essência
23:59:00
 
 

Pepe Vargas aceita assumir Secretaria de Direitos Humanos

por Ivan Sgarabotto

O ministro confirmou que ficou sabendo das negociações de Dilma para a mudança no comando da pasta pela imprensa

Foto: Agência Brasil

O ministro-chefe da Secretaria de Relações Institucionais (SRI), Pepe Vargas (PT), anunciou que aceitou o convite da presidente Dilma Rousseff para assumir a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência (SDH), pois a SRI está sendo absorvida pela Vice-Presidência. Em coletiva de imprensa, ele disse que “não há nenhuma circunstância” que o impede de aceitar o convite, e que um dos “valores” que possui é o de não se recusar convites de um presidente da República.

De acordo com Pepe, apesar de aceitar o convite, não há ainda um comunicado oficial sobre a substituição. “Eu não fui nomeado ministro da Secretaria de Direitos Humanos. Cabe à presidenta decidir a montagem da sua equipe”, disse. Segundo o ministro, se houver uma nota comunicando a decisão de Dilma, ele poderá ser o ministro da SDH.

Pepe Vargas está deixando a SRI, cujas funções de articulação política serão comandadas pelo vice-presidente Michel Temer. A troca ocorre a partir de uma decisão da presidenta Dilma de trocar o PT pelo PMDB na tarefa, pois Temer é presidente nacional do partido. Antes do anúncio, nessa terça-feira (7), foi discutida também a ocupação do cargo pelo atual ministro da Secretaria de Aviação Civil, Eliseu Padilha, também do PMDB.

O ministro confirmou que ficou sabendo das negociações de Dilma para a mudança no comando da pasta pela imprensa, mas disse não haver “nenhuma mágoa”. Ele ainda desejou um bom trabalho a Michel Temer e disse que o sucesso dele será o sucesso do Brasil.

A Secretaria de Direitos Humanos é atualmente ocupada por Ideli Salvatti.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários