Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
20:00:00
Tua Essência
23:59:00
 
 

Cartório Eleitoral da Comarca de Guaporé realiza conferência nas urnas eletrônicas

por Eduardo Cover Godinho

Cerca de 140 equipamentos estão passando por avaliação

A Câmara dos Deputados aprovou a realização do pleito eleitoral de 2020 – proposta do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com aval positivo do Senado Federal, para o mês de novembro (dias 15 e 29). Mesmo com um período de indefinição, as atividades dos servidores dos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) e dos Cartórios Eleitorais não sofreram interferências. Com os prazos para os partidos políticos e futuros candidatos transcorrendo normalmente, os trabalhos prosseguem, inclusive nas verificações dos equipamentos eletrônicos que fazem parte do processo democrático.

As cerca de 140 urnas, guardadas no Cartório Eleitoral da 22ª Zona da Comarca de Guaporé, estão passando por etapa preparatória. O objetivo é deixá-las aptas para o recebimento dos dados dos eleitores e dos candidatos, o que acontece após as convenções partidárias e próximo das datas das eleições.

“Estamos fazendo uma conferência periódica das urnas eletrônicas para verificar se estão em perfeito funcionamento. Caso alguma apresente problema há tempo hábil para que possa ser encaminhada para manutenção e consertada pelos técnicos em informática do Tribunal Regional Eleitoral”, disse o chefe do Cartório Eleitoral, Gustavo Lacerda.

No teste, que dura aproximadamente cinco horas para cada urna, os equipamentos são ligados a um programa que avalia se há defeitos de uso. É analisado se há erros, por exemplo, nas teclas, na bateria ou na impressora do boletim.

Carga nas urnas
Após a definição dos candidatos que irão concorrer nas eleições 2020, os servidores do Cartório Eleitoral realizarão a chamada “carga nas urnas”. A alimentação nas urnas eletrônicas consiste no procedimento de inclusão dos dados dos eleitores de cada seção e dos candidatos (nome, partido, foto, cargo e número) que concorrem. São mais de 38,5 mil eleitores nos seis municípios (Guaporé, Dois Lajeados, Montauri, Serafina Corrêa, São Valentim do Sul e União da Serra).

Além destes, o cartão de memória de resultados, no qual serão gravados os resultados da votação para que seja gerado o boletim da urna a ser encaminhado para o Sistema de Totalização, será inserido e posteriormente, com a presença do juiz eleitoral, promotor e representantes dos partidos/coligações que estiverem acompanhando o processo, haverá o fechamento dos compartimentos com lacres.

A “carga nas urnas” ocorre cerca de 15 a 20 dias da votação.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários