Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
00:00:00
Igreja no Rádio
05:00:00
 
 

Arroio Barracão: Mutirão deu bom exemplo de cidadania e consciência ambiental

por Eduardo Cover Godinho

Lixo recolhido das margens do Arroio ficou exposto no centro de Guaporé

Foto: Divulgação

Se cada guaporense destinasse corretamente o lixo que produz, a ação que foi realizada sábado, dia 24 de março, nem precisaria ter acontecido. Mas ela não só foi necessária, como mostrou a dimensão do problema em Guaporé. Durante todo o sábado, voluntários liderados pela secretaria de Meio Ambiente, percorreram as margens do rio desde o Cemitério até o início Linha 3 de Maio, Brítola. Todo o tipo de lixo e entulho foi retirado, enchendo rapidamente as caçambas dos caminhões, que ficaram expostos na Silvio Sanson, área central.

“A exposição do material recolhido tem o objetivo de mostrar que tudo o que não é destinado corretamente, volta para nós mesmos em forma de problemas ambientais. No caso do arroio, com a poluição das águas, o aumento das enxurradas, a poluição do solo, degradação da paisagem. Quem joga seu lixo no mato, pensando que ‘ninguém vai ver’, agora pode ter uma ideia de como ficaria o centro da cidade se todo esse entulho jogado ao longo dos meses no rio, se acumulasse na nossa avenida. Às vezes as pessoas precisam ver o problema, para conseguir se conscientizar”, diz a secretária Monia Zampeze.

A equipe do Meio Ambiente projetou a ação com parcerias especiais, visando comemorar o Dia Mundial da Água- 22 de março.

“ Em especial, agradecemos muito a secretaria municipal de Obras e Viação, Defesa Civil, Mosca Verde, Guaporé Off Road, Caveira Bike Team, Torresmo Bike, Grupo Escoteiro Nacê, Associação dos Colorados e Consulado Guaporé, VIME - Associação Ecológica Vida e Meio Ambiente, PAC - Protegendo Animais.Com, Veteran Car Club, Associação dos Reparadores Automotivos de Guaporé e a cada voluntário que calçou suas botas, colocou suas luvas e pôs a mão na massa, recolhendo durante todo o dia, os rejeitos da população, colocados no rio. Esperamos que essa prática seja abolida da nossa comunidade e que comecemos uma nova história para o Arroio Barracão, a partir desta limpeza”, diz Monia.

“Parabéns pela iniciativa e tomara que sirva de alerta para os que jogam o lixo. Podemos sonhar com o dia em que correrão águas límpidas no nosso belo Arroio. Tudo parte de iniciativas assim”, disse uma das internautas que acompanhou a publicação nas redes sociais.

Guaporé possui coleta seletiva de lixo, com recolhimento regular de lixo seco e orgânico. As empresas possuem legislação para a destinação de seus resíduos, restos de construção são de responsabilidade do proprietário da obra e dúvidas podem ser respondidas junto à secretaria de Meio Ambiente, na Casa da Cultura, centro de Guaporé. Não há necessidade de descarte de lixo em áreas irregulares, já que a cidade está atendida na área de recolhimento de resíduos. Que joga lixo em depósitos irregulares, apenas demonstra a falta de amor e comprometimento com sua comunidade.

Se cada um fizer sua parte, Guaporé se torna modelo de limpeza, organização e de um povo culto e responsável pelo futuro.

Após o período de exposição, o material foi encaminhado para o correto descarte e para a reciclagem.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários