Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
05:00:00
Tá na Hora
07:00:00
 
 

Coleta de óleo saturado é desenvolvida pela Horta Comunitária

por Eduardo Cover Godinho

Campanha recolheu, em quatro meses deste ano (sempre na primeira quarta-feira do mês), pouco mais de mil litros

Recolhimento do óleo saturado recolhido na comunidade é transformado em sabão

A conscientização da comunidade guaporense quanto à importância de não jogar “no ralo” o óleo utilizado para as frituras na cozinha, seja da residência, lancherias, bares e restaurantes, está cada vez ganhando corpo. A Horta Comunitária Bruno José Campos, localizada no Bairro Planalto, é a responsável por esse estalo. A entidade, que atualmente cuida de 87 meninos de famílias em vulnerabilidade social no turno inverso ao da escola, desenvolve uma campanha para o recolhimento deste óleo há tempo. A atividade, nos principais bairros da cidade, acontece na primeira quarta-feira de cada mês durante o período da tarde.

O projeto da Horta Comunitária, que tem como Diretora Cíntia Lamonatto e é presidida por Moacir Pierosan, trabalha a reciclagem do óleo de cozinha, que quando saturado pode ser transformado em biodiesel, por uma empresa de São Leopoldo que recolhe e paga pelo produto, e também em materiais de limpeza (sabão). Dessa forma, a ação possibilita preservação do meio ambiente, além de incentivar a produção de alimentos mais baratos e saudáveis, movimentando toda uma cadeia econômica solidária.

Nestes primeiros meses do ano, sendo que foram efetuadas quatro coletas, a diretoria da entidade contabiliza mais de mil litros de óleo saturado entregues pela comunidade. Somente no mês de abril, foram mais de 500 litros. Aos poucos, segundo Cíntia, as donas de casa e os proprietários dos estabelecimentos comerciais que lidam com o produto, vão automaticamente acondicionar o óleo utilizado em garrafas pet ou de vidro para que sejam entregues à Horta.

“Aos poucos a comunidade está se engajando na campanha de coleta do óleo saturado. Para nós, que somos a única entidade credenciada pela Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) para efetuar a coleta em Guaporé, é de extrema importância que a população separe o óleo que não irá mais utilizar em garrafas pet ou de vidro e nos doe. Parte do produto nós reutilizamos para o preparo do sabão e o restante comercializamos para uma empresa recicladora, rendendo recursos financeiros que contribuem para a manutenção das atividades da Horta. Os munícipes estão conscientes e esperamos que continuem nos ajudando. Lembro que sempre na primeira quarta-feira do mês uma equipe realiza um roteiro pelos bairros da cidade a partir das 13 horas. Basta separar e deixar nos pontos tradicionais que vamos coletar”, destacou a diretora.

Restaurantes, bares, lancherias, e outros, podem entrar em contato diretamente (telefone (54) 3443.1917) com a Horta Comunitária para o recolhimento. A entidade se compromete em passar para coletar o óleo saturado. Para que esse projeto seja um sucesso, basta a colaboração de toda a comunidade guaporense.

Óleo Saturado

Cronograma de Recolhimento

Itinerário – Início 13 horas

Bairro Local
São Cristóvão Salão da Comunidade
Vila Verde Recanto Santa Clara
Nossa Senhora da Paz (Promorar) Mercado Favretto
Nossa Senhora do Carmo (Pinheirinho) Portão do Salão da Capela
Santo André Salão da Capela
Nossa Senhora da Saúde No Marco onde tem o nome, perto Salão
Bom Jesus Salão da Comunidade
Conceição Proximidades da Horta
São José Salão da Comunidade

 

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais