Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
05:00:00
Tá na Hora
07:00:00
 
 

Cookies e Política de Privacidade
A Tua Rádio utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Homem morre em colisão de veículos na ERS-324 entre Casca e Paraí

por Eduardo Cover Godinho

Policiais rodoviários e bombeiros atendem a ocorrência. Trafegabilidade está interrompida nos dois sentidos da via

Mais uma tragédia no trânsito foi contabilizada e atendida pelos policiais do Pelotão Rodoviário Estadual (PRE), de Casca, e pelos servidores do 3º Pelotão do Corpo de Bombeiros Militar (CBMRS), de Guaporé, em 2021. Um homem, de 42 anos, morreu na madrugada da sexta-feira, dia 31 de dezembro, por volta das 4 horas, após colidir frontalmente o automóvel que conduzia em um outro veículo na ERS-324, Km 253, entre os municípios de Casca e Paraí. Mais três pessoas ficaram feridas e três saíram ilesas.

Conforme os policiais rodoviários, o Fiat Uno, emplacado em Porto Alegre, trafegava no sentido Casca/Paraí, enquanto o Peugeot 208, placas de Alvorada, vinha no sentido contrário. Em um trecho em curva, por motivos ignorados, os automóveis, com sete ocupantes no total, colidiram frontalmente. Ambos, com a força do impacto, foram parar em lados opostos no acostamento da estrada.

O condutor do Uno, Nei Candido Barbisan, 42 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Mais três homens estavam com ele no veículo. Dois foram retirados por populares e conduzidos para uma casa de saúde e um deles, que sentia dores nos membros inferiores, foi imobilizado e removido para o Hospital Santa Lúcia pelos profissionais da ambulância do Município de Casca.

No Peugeot 208 estavam três pessoas. Todas saíram ilesas, sem escoriações pelo corpo. O condutor do Peugeot, de 43 anos, foi submetido ao teste do etilômetro (bafômetro) que apontou resultado negativo. No Uno, constatado pela PRE, havia garrafas de cerveja e os três ocupantes feridos apresentavam odor etílico.

Conforme os policiais rodoviários, o trecho da ERS-324 onde ocorreu mais um acidente com vítima fatal está trancado nos dois sentidos para a preservação dos vestígios e não há previsão para a liberação da trafegabilidade. Aguarda-se a presença dos peritos do Instituto Geral de Perícia (IGP), de Erechim, para a análise e levantamento dos dados. Posterior à análise, os bombeiros efetuarão o desencarceramento da vítima das ferragens e a limpeza da pista.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais