Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Em Alta
18:00:00
 
 

Trem dos Vales: definidos como serão os passeios de trem pela Ferrovia do Trigo

por André Fabio Bresolin

As saídas estão previstas para as 9h, em Guaporé, e 14h, em Muçum

Encantar-se com as belezas naturais e obras de engenharia como viadutos e túneis, construídos há pouco mais de quatro décadas pelo 1º Batalhão Ferroviário do Exército Brasileiro e empresas terciadas pelo Governo Federal, ao longo da EF-491 – conhecida como Ferrovia do Trigo, será novamente possível a partir de uma luta incansável das autoridades municipais dos Poderes Públicos e da Associação dos Municípios de Turismo da Região dos Vales (Amturvales). Há cerca de 20 anos, a vontade de reativar o trem de passageiros no trecho entre Guaporé e Colinas, passando por Dois Lajeados, Vespasiano Corrêa, Muçum, Roca Sales e Estrela, tem sido fomentado e batalhado junto à Rumo Logística, detentora da concessão da linha férrea, e do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

Ao longo de 2018 e 2019, a ansiedade das comunidades envolvidas e dos turistas que visitam as regiões da Serra Gaúcha e Vale do Taquari de poder passear de trem aumentou com o projeto experimental intitulado “Natal nos Trilhos”, de iniciativa da Amturvales, Rumo Logística e da Associação Brasileira de Preservação Ferroviária (ABPF). Foram em passeios técnicos que vislumbrou-se, com análises do trecho, das estações, da malha férrea e principalmente da segurança, a possiblidade da colocação definitiva do trem de passageiros no trecho. O sonho, tornou-se realidade na tarde da quarta-feira, dia 29 de maio, quando as diretorias da Amturvales, da ABPF, Rumo e os prefeitos dos municípios, anunciaram oficialmente o “Trem dos Vales”.

A partir do mês de agosto, oito passeios entre os municípios de Guaporé e Muçum, passando por Dois Lajeados e Vespasiano Corrêa, serão possíveis. A duração do percurso, de aproximadamente 50 Km, é de 2h30min e 457 passageiros poderão, em cada viagem, admirar-se com os cerca de 21 túneis e viadutos, entre eles o Mula Preta e Viaduto do Exército (Viaduto 13). Cada bilhete custará R$ 95,00 e a comercialização iniciará no dia 15 de junho com vendas on-line e em pontos físicos. As saídas estão previstas para as 9h, em Guaporé, e 14h, em Muçum. O coordenador do projeto “Trem dos Vales”, Rafael Fontana, disse que o momento era ímpar e que a iniciativa mudará a realidade do turismo na região.

“É um momento histórico para a região. É o primeiro passeio de trem aberto ao público na Ferrovia do Trigo. É importante a união de todos, não só da Amturvales, Rumo Logística, ABPF e dos Poderes Públicos, mas também dos empreendedores e aqueles que fomentam o turismo. Precisamos transformar e fortalecer o turismo e o trem de passageiros, o qual estamos batalhando há anos, é um dos maiores motivos”, disse.

O vice-presidente Abpf, Marlon Ilg, durante sua explanação, afirmou que todas as questões técnicas e de segurança foram analisadas ao longo dos últimos meses. O trabalho, em conjunto com a direção da Rumo Logística, em um primeiro momento, aponta para os passeios de trem na Ferrovia do Trigo entre os municípios de Guaporé e Muçum, podendo mais adiante se estender até Colinas.

“A Ferrovia do Trigo tem as mais belas paisagens do Brasil e os maiores viadutos da América Latina. Tínhamos um receio quando fomos convidados a verificar a malha férrea, principalmente pela questão da segurança. Mas, após várias análises junto à Rumo Logística, em especial no tráfego de trens de carga, decidimos nos aventurar e, com os pés no chão, oportunizar, ao lado da Amturvales e Poderes Executivos, os passeios de trem abertos ao público”, destacou.

Giana Custódio, gerente de relações governamentais da malha sul Rumo Logística, reconheceu as belezas que a Ferrovia do Trigo proporcionará para aqueles que fizeram o passeio. Ela ressaltou, aos presentes na coletiva de imprensa, a importância do projeto “Trem dos Vales”.

“A Rumo se sente muito feliz por estar viabilizando o projeto. Por mais que seja um projeto inicial e que ainda não envolva todos os municípios, entendemos que seria importante fazê-lo”.

O Trem dos Vales abre espaço para novas atividades comerciais, como artesanato, produtos hortifrutigranjeiros, de agroindústrias e de prestação de serviços, além de oportunizar a divulgação da cultura das comunidades e a preservação da história do povo, bem como potencializar o mercado do turismo. O prefeito Valdir Fabris comemorou e afirmou que os passeios de trem de passageiros serão um divisor de águas.

“É um novo momento para Guaporé e os municípios do Vale do Taquari. Tenho certeza, desde que começamos a sonhar com o trem de passageiros, de que será o ‘antes e o depois’ para o turismo. Todos estão unidos num só objetivo e isso nos levará ao crescimento”, afirmou Fabris.

Um dos objetivos do “Trem dos Vales” é captar investidores externos atraídos pela estrutura organizacional formada, mostrar para todos o senso de coletividade e associativismo em torno de projetos de desenvolvimento na região e fortalecer a economia regional, estimulando o empreendedor local a novos investimentos, realimentando o ciclo produtivo.

Trem dos Vales
Datas dos passeios

31 de agosto (sábado) – 2 passeios
01 de setembro (domingo) – 2 passeios
07 de setembro (sábado) – 2 passeios
08 de setembro (domingo) – 2 passeios

Central de Conteúdo/Rádio Aurora 107.1 FM
Rede Scalabriniana de Comunicação
Siga-nos no Instagram: @rdauroraguapore

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais