Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
00:00:00
Igreja no Rádio
05:00:00
 
 

História da religiosidade católica começa a ser pesquisada em Guaporé

por Eduardo Cover Godinho

Professores Giovani Balbinot e Silvio Antônio Bedin reuniram-se com moradores da Capela Monte Cuco (Comunidade Nossa Senhora do Caravaggio)

Balbinot e Silvio ouviram relatos importantes para a elaboração da história religiosa de Guaporé
Foto: Divulgação

A importância da religião católica na formação histórica da comunidade de Guaporé, que compreendia uma vasta área entre Vila Maria e Dois Lajeados – municípios desmembrados e emancipados há mais de 30 anos, começa a ser pesquisada pelos professores, doutores Giovani Balbinot e Silvio Antônio Bedin. Estudiosos da formação da “Capital da Hospitalidade”, com publicações literárias, Balbinot e Bedin agora estão debruçados no projeto “A paróquia de Guaporé: História, Memória, Identidade de uma comunidade religiosa”.

Para a montagem da obra, que conta com a parceria da Paróquia Santo Antônio, muitas serão as visitas e conversas com moradores das zonas urbana e rural.

“Gente que vive e respira a história das localidades”, disseram.

O pontapé inicial foi dado na Capela Monte Cuco – Comunidade Nossa Senhora do Caravaggio. Reunidos com moradores, sendo a grande maioria descendentes dos fundadores, Balbinot e Bedin ouviram, por cerca de duas horas, as ricas histórias sobre as memórias da comunidade. Esta, provavelmente, a mais antiga da Paróquia Santo Antônio de Guaporé.

“Um monumento ao lado da atual capela registra que no ano de 1999 comemorou-se o seu centenário de fundação. Foram momentos perpassados por muitas emoções uma vez que se tocou na memória viva de uma comunidade que tem sua centralidade na fé católica, que ainda se mantém com vigor”, disseram Balbinot e Bedin.

Entre os presentes no encontro, estiveram: Antônio Luis Possamai, Maria Balbinot Scalco, Angelo Pedro Alba, Orlando R. da Silva, Eunice da Silva, Mauri Alessio Alba, Ivaldo Possamai (atual presidente da comunidade), Bernardete Balbinot Possamai, Carlos Balbinot (Ministro da Eucaristia), Dirce Bertoli Balbinot e Oclemar P. Scalco.

“Agradecemos a acolhida e a disposição em contribuir com seus depoimentos e com documentos (fotografias) que traduzem a história da comunidade”.

O objetivo, segundo os professores Balbinot e Bedin, é realizar o processo (encontros) em todas as comunidades, sejam as rurais, sejam as do meio urbano.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários