Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
06:30:00
Caminhos da Fé
08:00:00
 
 

Voluntários realizam limpeza e recolhimento de resíduos na ERS-441 em Vista Alegre do Prata

por Eduardo Cover Godinho

Grupo, com recursos próprios, contratou máquinas e caminhões para a remoção dos entulhos

Sem perspectivas do Governo do Estado do Rio Grande do Sul, em especial do Departamento Autônomo de Estradas e Rodagens (DAER) – responsável pelas rodovias gaúchas, um grupo de voluntários do município de Vista Alegre do Prata arregaçou as mangas e, literalmente colocou a mão na massa para oportunizar melhores condições de trafegabilidade em dias de chuva na ERS-441 e preservar o meio ambiente. A turma, liderada pela moradora Caroline De Carli – idealizadora do movimento, efetuou a remoção de resíduos sólidos (lixo) jogados pelos condutores que transitam pela via, limparam e roçaram as margens e retiraram terra, pedra e galhos das calhas (valetas/canaletas).
Cerca de 25 pessoas, que respeitaram o distanciamento social e utilizaram os equipamentos de proteção individual (EPIs) durante a ação, contrataram máquinas e caminhões para recolher e dar destinação correta aos entulhos. Foram horas e mais horas de intensas atividades e muita disposição para fazer o bem ao próximo. Os tratores utilizados eram de voluntários do grupo e foram cedidos sem custos.
“Não dá para só esperar do Governo, temos que fazer a nossa parte. Infelizmente vivemos um momento complicado nas finanças gaúchas e dificilmente o DAER estaria investindo na manutenção do trecho. A rodovia é um elo importante de ligação para Guaporé, por isso resolvemos fazer a ação. Além do cuidado com o asfalto da ERS-441, buscamos preservar o meio ambiente. Ficamos surpresos com a quantidade de lixo e com o descaso de quem trafega por aqui”, disseram os voluntários.
A turma recolheu, além das tradicionais garrafas e sacolas plástica e de vidro, latas de refrigerantes e cervejas, peças de computadores, pares de calçados, pedaços de veículos, entre outros objetos descartados irregularmente.
“Muita irresponsabilidade. Consciência zero com o meio ambiente”, destacaram.
O trecho entre Vista Alegre do Prata e Guaporé é sinuoso e oferece riscos para quem trafega. Em dias de chuva, conforme as autoridades municipais, ocorrem deslizamentos e muitos lençóis d’água formam-se na pista de rolamento. A limpeza das calhas busca evitar o acúmulo de água no asfalto, melhorando as condições de trânsito para quem utiliza a ERS-441.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários