Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
08:00:00
Missa Dominical
08:50:00
 
 

Após quatro décadas, Jane Pilot Barato despede-se do Escritório da Emater de Guaporé

por Eduardo Cover Godinho

“Jane da Emater”, como ficou conhecida, dedicou sua vida ao crescimento financeiro e, principalmente, social das famílias da zona rural do município

A Emater/Ascar-RS – Escritório de Guaporé está há 45 anos contribuindo com o desenvolvimento sustentável e econômico das famílias agricultoras com ações de prestação de serviços de assistência técnica, extensão rural e social. Com qualidade, agilidade, embasamento técnico-científico, ética, transparência e eficácia, os profissionais são referência para o maior desenvolvimento da produção primária e, consequentemente, dos municípios onde atuam. O setor primário na “Capital da Hospitalidade” representa cerca de 25% da economia.
Dos 45 anos de atividades, em quatro décadas uma mulher se destacou. Com apenas 18 anos, recém formada no ensino médio, Jane Pilot Barato ingressava na Emater. Com dedicação, estudo, capacitação, qualificação, respeito e humildade ganhou espaço na instituição e destacou-se com ações sociais para as jovens e mulheres agricultoras. Ao lado dos colegas, parceiros e, principalmente, das famílias do interior de Guaporé, São Valentim do Sul, Dois Lajeados, União da Serra, ajudou a construir um futuro mais digno e humanitário para todos.
Mais do que auxiliar no desenvolvimento de projetos para a rentabilidade das lavouras ou análises para os programas governamentais de ajuda em casos de perdas da produção, Jane, conhecida como a “Jane da Emater”, inspirou gerações e conquistou grandes amigos.
“É uma vida dentro da instituição. Todos me fizeram crescer pessoalmente e profissionalmente, me ajudando a construir e fazer um bom trabalho, sempre com disposição e dedicação para realmente, mudar a vida das pessoas”, disse.
Jane destacou que nos encontros, cursos, palestras, reuniões e eventos em geral, sempre colocou o coração para transmitir seus conhecimentos e levar palavras de conforto e esperança para cada uma das pessoas que estavam dispostas a ouvir. Além de ensinar, a extensionista e chefe do Escritório da Emater de Guaporé aprendeu.
“Posso dizer que minha carreira de 40 anos na Emater se resume em quanto é importante sermos, acima de tudo, bons profissionais, bons seres humanos. Essas quatro décadas não seriam tão significantes se eu não tivesse escolhido aproveitá-los da melhor maneira possível, para meu crescimento pessoal e para tentar fazer a diferença na vida das pessoas, seja com um sorriso, um abraço apertado, uma gargalhada. Sempre busquei colocar carinho em meus projetos, usando a gentileza, a simplicidade e o respeito em primeiro lugar. Sempre amei o que fiz”, afirmou.
Ao longo da trajetória Jane contou com a colaboração na elaboração de projetos sociais, em especial para as mulheres do campo, do Poder Público, Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR), Paróquia Santo Antônio, lideranças comunitárias, Conselho Municipal de Clubes de Mães, Liga Feminina de Combate Ao Câncer, Apae, Conselho de Alimentação Escolar (CAE), empresários, entre outros.
“A todos que contribuíram, meu agradecimento de coração. Sem vocês nenhum projeto em benefício às famílias do interior teria saído do papel. Algo eu tinha para ensinar e aprender. Assim construí minha história. Estou muito feliz pela trajetória ao longo das quatro décadas na Emater, mas, ao mesmo tempo, muito triste por deixar de conviver diariamente com pessoas que a gente ama”.
À família, esposo e filhas, Jane fez um agradecimento especial. Foram eles que estiveram ao seu lado em todos os momentos, bons e ruins.
“Sempre estiveram ao meu lado. Com muita gratidão e sentimento de dever cumprido, digo que estou saindo da Emater e encerrando um ciclo grandioso de minha vida. Porém, uma frase de Luiz Gasparetto diz o seguinte: ‘Tudo tem começo e meio. O fim só existe pra quem não percebe o recomeço’. Esse será um lindo recomeço em minha vida”.
Mulher de fibra, “Jane da Emater” despediu-se dos colegas Antônio César Perin (Engenheiro Agrônomo), Tiago Oliveira Figueredo (Técnico em Agropecuária), Lisiane Garcia Faria (Secretária Administrativa) no dia 15 de julho de 2020. Ela ingressou em 1980 a convite do então prefeito Antônio Carlos Spiller e posteriormente prestou concurso, sendo admitida definitivamente. De lá para cá, a cidade e região conheceram sua história de extrema dedicação e empenho para as famílias do campo.

Dos colegas
Ao longo dos últimos dias, Jane foi homenageada pelo prefeito Valdir Fabris e equipe do Governo Municipal, pelos amigos, mulheres do interior e colegas de Emater. Eles deixaram uma singela, mas importante mensagem.
“A Emater tem 65 anos de história. Em Guaporé, são 45 anos e a Jane tem quatro décadas de atividades importantes no município. Na atualidade, Jane tem um papel fundamental de articulação das entidades urbanas e rurais. Fez parte de inúmeros Conselhos: Assistência Social, Meio Ambiente, Conselho de Alimentação Escolar, sempre ajudou o STR nos eventos e em todas as direções. O foco foi sempre o da valorização das mulheres, autoestima, de empoderar o trabalho delas e destacar as agricultoras familiares. O papel da Jane em Guaporé foi extremamente relevante, pois, é uma liderança respeitada. Uma liderança comunitária. E o mais importante: sempre seguiu os princípios da Emater que são de levar qualidade de vida aos agricultores. A Emater é presença do Estado junto aos agricultores familiares e deve se sentir honrada por ter contato com o trabalho dela ao longo de 40 anos. Nosso agradecimento e gratidão”, destacaram os eternos colegas do Escritório da Emater Guaporé, Lisi, Tiago e Perin.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários