Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Em Alta
18:00:00
 
 

Ponte sobre o Rio Taquari, em São Valentim do Sul, necessita de urgentes reparos

por André Fabio Bresolin

Sobre o Rio Taquari e localizada no Distrito de Santa Bárbara, em São Valentim do Sul, apresenta buracos e rachaduras que comprometem a trafegabilidade

Condutores que trafegam diariamente ou com certa frequência pela rodovia ERS-431, trecho entre os municípios de Dois Lajeados e Bento Gonçalves, estão se deparando com uma situação preocupante e que requer atenção redobrada na condução dos veículos. A ponte sobre o Rio Taquari, localizada no Km 23,02 no Distrito de Santa Bárbara, em São Valentim do Sul, apresenta em seu pavimento asfáltico, bem como na estrutura de concreto, medindo 266 metros de extensão por 7,8 de largura, diversos buracos e rachaduras que comprometem a trafegabilidade com segurança.

De um tempo para cá é fácil ver motoristas parados ao lado da rodovia efetuando a troca de pneus furados ou rodas entortadas pelas “crateras”. Em muitos locais da ponte, os buracos tomaram conta e o ferro da estrutura é visível. A pior situação é para quem se desloca entre Bento Gonçalves/São Valentim do Sul (lado esquerdo). Quase no final da ponte, uma sequência de irregularidades no asfalto, somados a um dos maiores buracos encontrados nos 266m, coloca em risco os tripulantes dos veículos, em especial aqueles que estão de automóveis e motocicletas. Nas junções de concreto, fissuras no pavimento são perceptíveis e em alguns locais, verifica-se o deslocamento de parte da estrutura.

“A situação é preocupante. Infelizmente não percebemos nenhuma vontade do Governo do Estado em melhorar a estrutura. Há tempos trafego pela rodovia, mas nunca vi ela assim. Ao longo do trecho, que por sinal é muito bom e bem sinalizado, encontramos alguns buracos e placas encobertas pela vegetação. Falta manutenção. Na ponte os problemas são maiores. São muitos buracos e rachaduras que colocam em risco quem está passando”, disse o empresário Alan Pereira da Silva.

De Guaporé, Da Silva transita pela rodovia ERS-431 semanalmente e destaca que um acidente de trânsito pode ocorrer se não houver reparos urgentes no pavimento asfáltico da ponte.

“O que estamos percebendo é o descaso com a malha rodoviária da região. Os buracos, em especial esse próximo da saída da ponte (perto de um comércio no Distrito de Santa Bárbara), ainda vão causar graves acidentes se não forem consertados”.

Daer

O trecho da ERS-431, entre Dois Lajeados e Bento Gonçalves, pertence à 2ª Superintendência Regional do Departamento Autônomo de Estradas e Rodagens (2ª SR/Daer), com sede em Bento Gonçalves.

O Daer contabiliza, para programas de operação, restauro, manutenção e conservação, 817 pontes e viadutos. 700 são de concreto, 31 de metal, 14 mista e 72 de madeira ao longo do Rio Grande do Sul. Em toda a malha rodoviária da 2ª SR são 59 pontes, sendo 57 de concreto, uma de metal e uma de madeira.

Central de Conteúdo/Rádio Aurora 107.1 FM
Rede Scalabriniana de Comunicação
Siga-nos no Instagram: @rdauroraguapore

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários