Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Em Alta
18:00:00
 
 

Decreto de situação de emergência é publicado pelo Poder Público de Vista Alegre do Prata

por Eduardo Cover Godinho

Documento determina o racionamento de água para todos os munícipes

A escassez hídrica registrada desde o mês de outubro em todo o território do Rio Grande do Sul, somada à elevação histórica nas temperaturas ao longo das últimas semanas, provoca estragos incalculáveis nas lavouras e coloca em risco o abastecimento de água para o consumo em muitos municípios. Em Vista Alegre do Prata, a Administração Municipal, através de publicação na sexta-feira, dia 14 de janeiro, decretou situação de emergência em todo o território em virtude da estiagem.

No documento n.º 014/2022, o prefeito Adair Zeca autoriza a mobilização de todos os órgãos municipais para atuarem sob a coordenação da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (COMPDEC) nas ações de resposta ao desastre e à reabilitação do cenário. A situação na cidade, em especial na área rural, é preocupante economicamente e socialmente, visto que os recursos são oriundos de propriedades da agricultura familiar e de subsistência. As perdas nas lavouras, com a quebra de safra nas culturas do milho, soja, uva e outras, ainda está sendo calculada pela Emater/Ascar-RS e Secretaria de Agricultura.

Além de problemas nas lavouras, a falta de água para o consumo humano e no trato aos animais preocupa as autoridades municipais. No decreto, o destaque para o comprometimento das reservas hidrológicas locais.

“...o parecer da Defesa Civil Municipal aponta a gravidade do evento e, na descrição dos prejuízos materiais, a ocorrência significativa de perdas na agricultura, afetando significativamente as propriedades e, está demostrado os danos humanos onde famílias são atingidas pelo racionamento de água potável... está ocorrendo escassez de água nas fontes naturais e açudes que abastecem o consumo humano e animal...”.

O documento ressalta ainda, em no 15º artigo, a necessidade dos munícipes economizarem água.

“Por força deste Decreto, fica determinado o racionamento de água para todos os munícipes de Vista Alegre do Prata, cabendo à Secretaria de Obras, Saneamento e Trânsito a fiscalização em virtude do uso desnecessário de água”.

O Município, conforme o prefeito Adair Zeca, não tem medido esforços para colaborar com os agricultores. Uma quantidade significativa de água está sendo distribuída diariamente nas propriedades rurais. A ação continuará até que houver a necessidade.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários