Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
 
 

Área Pastoral de Guaporé realiza Seminário da Campanha da Fraternidade

por Eduardo Cover Godinho

Encontro, no Salão Paroquial, abordou a importância da educação na formação humana e o contributo que a Igreja Católica pode dar na educação

A Arquidiocese de Passo Fundo, através da Pastoral da Educação e da Cultura, está realizando nas áreas pastorais de Sarandi, David Canabarro, Casca, Passo Fundo, Tapera, Carazinho, Marau, Tapejara e Guaporé, estudos com a temática proposta pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) que aborda a Fraternidade e Educação, com o lema “Fala com sabedoria, ensina com amor”. Lideranças ligadas às pastorais, movimentos e aos serviços litúrgicos, catequistas, grupos de jovens estudantes e educadores estão participando e trazendo alegria aos Seminários da Campanha da Fraternidade que são coordenados por Silvio Antônio Bedin, Diácono Permanente.

Os encontros, segundo Bedin, reforçam a importância da Igreja Católica abraçar a educação como campo de missão na formação humana. A educação é compreendida não apenas como um ato escolar, com transmissão de conteúdo ou preparação técnica para o mundo do trabalho, mas de um processo que envolve uma comunidade ampliada que inclui a família, Igreja, Estado e sociedade. Na Área Pastoral de Guaporé o encontro surpreendeu pela quantidade de participantes que ocuparam todas as cadeiras disponibilizadas no Salão Paroquial. A atividade aconteceu na sexta-feira, dia 11 de março, com a presença do arcebispo Dom Rodolfo Luís Weber e comitivas dos municípios de Guaporé, Dois Lajeados, São Valentim do Sul e União da Serra.

“É um momento excepcional e de descentralização. O ato de educar não é somente do professor dentro da sala de aula, mas este tem um papel fundamental. A educação, tema da Campanha da Fraternidade, realça a importância também da família cumprir com o seu papel, assim como as comunidades de fé que exercem atividades fundamentais. Estamos passando por um período de pandemia que nos trouxe muitos dilemas, dramas e desafios. Porém, abriu novas oportunidades. A Igreja quer valorizar e incentivar a missão educativa, em especial, dos professores das escolas que são insubstituíveis e merecem da sociedade todo o apoio”, destacou o coordenador da Pastoral da Educação e da Cultura, Silvio Bedin.

Os Seminários da Campanha da Fraternidade abordam a importância da educação na formação humana, o contributo que a Igreja Católica pode dar na educação e muito mais, servindo como uma ferramenta de disseminação da Fraternidade e de um estudo mais profundo em um tema tão importante e recorrente como a Educação.

“A educação é a esperança que nos anima e que o mundo pode ser diferente”, afirmou Silvio.

Esta é a terceira Campanha da Fraternidade com a temática. O tema foi objeto de reflexão e ação eclesial em 1982 e 1998.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários