Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
 
 

​Administração Municipal desenvolve o projeto de Pagamento por Serviços Ambientais

por Eduardo Cover Godinho

Mecanismo financeiro objetiva a conservação de vegetação nativa, da biodiversidade e a restauração de áreas degradadas

Foto: Divulgação

A Administração Municipal, através da Secretaria de Meio Ambiente com a parceria da Universidade de Caxias do Sul (UCS), Comitê Taquari-Antas e a Emater/Ascar-RS, está desenvolvendo desde 2021 um projeto piloto de Pagamento por Serviços Ambientais (PSA). A iniciativa, mecanismo financeiro para remunerar agricultores pelos serviços ambientais prestados, é uma das ações previstas no Estudo Hidrológico do Arroio Barracão e, neste primeiro momento, compreenderá os produtores rurais da Linha 5ª – Pinheiro Machado.

O projeto, conforme a secretária Monia Zampeze, incentiva a preservação e melhoria da qualidade da água, uso e ocupação solo, manejo de solo incluindo a diminuição dos processos erosivos e carreamento do solo para o leito dos cursos hídricos, além de ser uma forma de valorizar a atividade desenvolvida pelos produtores rurais. Este está em fase de obtenção de dados e cadastro das propriedades rurais.

“Proprietários de terras que recuperarem ou protegerem recursos naturais passarão a ser remunerados por um serviço até então prestado de maneira gratuita. Esses serviços ambientais consistem em preservação da vegetação nativa da Mata Atlântica existente no entorno das nascentes, córregos, arroios, preservação da biodiversidade existente”, disse a secretária.

Para ampliar e alinhar os trabalhos, uma reunião, com a presença da engenheira agrônoma e Presidente do Comitê Taquari-Antas Adelaide Juvena Ramos, foi realizada nas dependências da Secretaria de Meio Ambiente, localizada na Casa da Cultura. Participaram, além da secretária Monia, o engenheiro agrônomo da Emater Antônio César Perin e o assessor ambiental Arthur Vanzella.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários