Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Programa de Domingo
19:00:00
 
 

Momento Histórico: Quatro décadas depois, Ferrovia do Trigo volta a receber trem de passageiros

por André Fabio Bresolin

Milhares de turistas participaram das primeiras quatro viagens

As Estações Férreas de Guaporé e Muçum, voltaram a ter vida após duas décadas de muita luta e perseverança das lideranças que sonham em reativar os passeios de trem pela Ferrovia do Trigo (EF-491) e, consequentemente, fomentar a cadeia da “indústria sem fumaça” na região da Serra Gaúcha e do Vale do Taquari. Milhares de turistas, muitos deles que tiveram a experiência de pela primeira vez andar de trem, participaram das primeiras quatro viagens entre os dois municípios. Em cada uma delas, 46 Km percorridos em trajeto de paisagens naturais exuberantes, 21 túneis e 15 viadutos, entre eles o Mula Preta e o do Exército (V13), o maior das Américas (Ferroviário) com 509 metros de extensão e 143 de altura. O passeio contemplou também a passagem por Dois Lajeados e Vespasiano Corrêa.

Os passageiros, em cada viagem cerca de 650, lotaram 13, dos 17 vagões que eram puxados por uma locomotiva modelo G12 (General Motors), movida a diesel. A Maria Fumaça Mallet, datada da década de 50 e que foi utilizada nos passeios do projeto “Nos Trilhos do Natal”, estava exposta para os visitantes em uma das três colunas trilhos na Estação Férrea de Guaporé. A cada partida e chegada, bem como na passagem pelos túneis e viadutos, aplausos e gritos de euforia, olhos cheios d’água e sorrisos nos rostos eram facilmente percebidos. Ao longo do trajeto, centenas de pessoas se aglomeravam em pontos estratégicos para acompanhar, registrar e dar as boas-vindas aos passageiros que estavam fazendo parte da história de resgate da utilização da Ferrovia do Trigo para passeios de trem.

Nos embarques, os Poder Públicos, que reformaram as Estações Férreas, oportunizaram música ao vivo com artistas locais, suvenires, produtos primários, bebidas, lanches e um rápido de atendimento aos turistas. O prefeito de Guaporé, Valdir Fabris, durante o descerramento de uma placa fazendo menção à viagem turística inicial, afirmou que o projeto “Trem dos Vales” será um divisor de águas no turismo.

“Guaporé acaba de entrar para os trilhos da história! Hoje não embarcamos apenas em um passeio pela Ferrovia do Trigo, embarcamos no capítulo do antes e depois para o Turismo Regional. Estamos de braços abertos e nos preparamos para receber os primeiros milhares de turistas que nos visitam! Queremos que se encantem com nossos produtos, serviços, turismo de compras, gastronomia e beleza da capital da hospitalidade. Estamos comemorando este que será o primeiro passo para efetivarmos o Trem dos Vales. Com o sucesso destes primeiros passeios, estamos confiantes de que muitos outros virão”, disse Fabris que lembrou do empenho, dedicação e a união de esforços da Associação dos Municípios de Turismo da Região dos Vales (Amturvales), Associação Brasileira de Preservação Ferroviária (ABPF), Rumo e prefeituras de Colinas, Dois Lajeados, Estrela, Guaporé, Muçum, Roca Sales e Vespasiano Corrêa para que o trem pudesse se tornar realidade.

O coordenador do projeto “Trem dos Vales” e um dos grandes entusiastas para o crescimento do turismo na região, Rafael Fontana, avaliou positivamente os quatro passeios e afirmou que a experiência foi extremamente positiva.

“Uma alegria muito grande. Passeios maravilhosos. Notamos a energia positiva e a magia que o trem causa nas pessoas de todas as idades. Muitos vieram reviver momentos, contemplar a natureza belíssima e a obra do ser humano que foi a construção da ferrovia por mãos dedicadas nas décadas de 60/70. O encantamento era notado no passar pelos túneis e viadutos impressionantes. O trem resgatou muito da valorização da região, fortaleceu o turismo e uma identidade forte de quem mora aqui de ter orgulho da região. Quem nos visitou ficou extasiado com o que pode sentir nos passeios. É um primeiro final de semana com total êxito”.

Fontana salientou que 60% dos bilhetes vendidos foram para pessoas de fora da região e estes aproveitaram para visitar outros pontos turísticos, além de fazer compras nos estabelecimentos comerciais das cidades.

“Nosso objetivo era fazer a integração dos municípios através do trem de passageiros e acreditamos que, com alguns pontos ainda a melhorar, logramos êxito. Era um anseio da região. É um momento histórico para nós! É uma luta de muitas pessoas há quase duas décadas. Estamos concretizando uma parte deste sonho e seguimos motivados com o Trem dos Vales. Acreditamos que é um primeiro passo para que possamos crescer juntos”, disse o coordenador.

Voluntários da região que atuaram dentro dos vagões no projeto “Trem dos Vales”, vestidos a caráter, transmitiram aos turistas um pouco da história da Ferrovia do Trigo, dos municípios, dos principais túneis e viadutos. Marlon Ilg, presidente da ABPF, destacou que os quatro passeios foram encantadores e impressionantes.

“Não há como negar que o primeiro passo do projeto foi aprovado. Rodamos com quase 2,5 mil pessoas e tudo saiu dentro do planejado ao longo dos 46 Km do trajeto. Muito marcante foi ver os passageiros emocionados, gritando nos vagões em cada passagem pelos túneis e contemplando os viadutos e consequentemente as paisagens naturais existentes nesta rica e belíssima região. Uma palavra resume o sentimento de toda a equipe da ABPF: marcante”.

Novos passeios

Mais quatro passeios estão agendados para os dias 7 e 8 de setembro. As saídas de Guaporé acontecem às 9h e de Muçum às 14h. A duração de cada viagem é de 2h30min. Todos os ingressos foram vendidos no mês de junho.

Central de Conteúdo/Rádio Aurora 107.1 FM
Rede Scalabriniana de Comunicação
Siga-nos no Instagram: @rdauroraguapore

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais