Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
20:00:00
Tua Essência
23:59:00
 
 

Cookies e Política de Privacidade
A Tua Rádio utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

“Estou 100%. Treinando muito forte e focado para buscar uma das vagas na seleção brasileira para as Olimpíadas de Tóquio”, afirma Luis Porto

por Eduardo Cover Godinho

Ginasta Luis Guilherme Cavalleri Porto, 23 anos, é um dos atletas cotados para integrar o time do país que irá ao Japão

Com apenas 23 anos, o guaporense Luis Guilherme Cavalleri Porto, ginasta do Grêmio Náutico União (GNU) de Porto Alegre, vive momentos de angustia e está inquieto. O atleta, medalhista de ouro nos Jogos Pan-americanos de Lima, em 2019, é um dos cotados para estar do outro lado do mundo nos meses de julho e agosto representando o país no maior evento esportivo mundial. Luis Porto aguarda, com grande expectativa, a Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) anunciar quem serão os atletas que integrarão a equipe nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2021.

Sem data certa para o conhecimento do time, o ginasta mantém a rotina de seis a sete horas de treinamento por dia. Focado e com objetivo de estar na seleção, Luis Porto tem aperfeiçoado as técnicas em todos os seis aparelhos. Especialista no salto e no solo, dedicou-se ao longo da pandemia do coronavírus (Covid-19) a acertar detalhes nas argolas, cavalo com alça, barra fixa e barras paralelas.

Recuperado de uma grave lesão no tendão de aquiles que deixou-o afastado por longos meses em 2019 e parte de 2020 dos treinamentos e competições oficiais, afirmou estar em condições e confiante.

“Estou 100%. No começo estava receoso, mas depois ganhei confiança e tudo fluiu normalmente. Treinando muito forte e focado para buscar uma das vagas na seleção brasileira para as Olimpíadas de Tóquio. Há possibilidade e por isso da minha inquietação. Está em aberto e procuro melhorar a cada dia o meu desempenho. Na ginástica olímpica ninguém tem o passaporte carimbado”, afirmou.

Luis Porto acredita que Arthur Zanetti e Arthur Nory, campeões mundiais e medalhistas olímpicos, estarão na equipe.

“São dois atletas fantásticos, referências para todos da ginástica artística brasileira e deverão integrar a seleção brasileira que está em Tóquio. Restarão duas vagas. Estou treinando muito para conquistar uma delas”, disse.

Antes das Olimpíadas de Tóquio 2021, marcadas para os dias 23 de julho a 8 de agosto, Luis Porto espera ser um dos convocados para participar do Campeonato Pan-Americano Adulto de Ginástica Artística, Rítmica e de Trampolim na Arena Carioca do Parque Olímpico da Barra no Rio de Janeiro, e para etapas da Copa do Mundo.

“Estamos há mais de um ano e meio sem competir oficialmente. É treino, treino e mais treino. Não é ruim só para nós brasileiros, mas para todos os atletas. Agora, com a aproximação destas competições, espero ser convocado para mostrar o melhor e, quem sabe, ser um dos chamados para as olimpíadas”, disse o ginasta.

Luis Porto teve a oportunidade de mostrar suas técnicas nos seis aparelhos durante o Estágio de Treinamento da Ginástica Artística Masculina, no Rio. O evento, simulando competição com arbitragem, foi realizado nos dias 10 e 11 de março e contou com transmissão ao vivo pelo Youtube da CBG. Nos próximos dias, o guaporense embarca para a “Cidade Maravilhosa” para mais avaliações no Centro De Treinamento do Time Brasil.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais