Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
 
 

Fabinho acerta com A.S.D CDM Futsal Genova para a disputa da Série A

por Eduardo Cover Godinho

Guaporense vai para a sua quinta temporada consecutiva no “Velho Continente”

Fabinho vai para sua quinta temporada na Itália
Foto: Divulgação

Com responsabilidades a mais na vida, o atleta de futsal Fábio Rodrigues da Silva, o conhecido Fabinho, 30 anos, vai para mais uma temporada na Série A do Campeonato Italiano. Pai da pequena Maju, de seis meses, o guaporense completa cinco anos ininterruptos nas quadras do país da “Bota” e para 2020/2021 os torcedores da A.S.D. CDM Futsal Genova é que terão a honra de vê-lo lutando por cada centímetro dentro das quatro linhas. O ala/pivô, de habilidade e precisão nos ‘tiros à meta’ adversária, assinou com o clube após passagens na temporada passada pelo Colormax/Pescara C5 e Acqua & Sapone Unigroos.
Nos dois clubes, enfrentou dificuldades com lesões e, por fim, a paralisação da competição devido à disseminação pandemia do coronavírus (Covid-19). Nas partidas em que atuou, Fabinho destacou-se com muita intensidade na marcação, belas assistências para gols e bola na rede.
“Não foi uma temporada como eu gostaria. Tive uma séria lesão no reto femoral que me deixou fora das quadras por um longo tempo. Mesmo assim, nos jogos que participei, consegui demonstrar o valor que tenho e tive a oportunidade de ser contratado por uma das melhores equipes do futsal italiano: Acqua & Sapone Unigroos. Infelizmente a pandemia prejudicou minha atuação no clube”, destacou.
Fabinho, que dedicou-se ao futebol de campo (Juventude, Internacional, Guaratinguetá, Esportivo e outros), passou ao longo de quatro anos por um processo de readaptação ao futsal, já que o ala/pivô é cria da base da Agremiação Guaporense de Esportes (AGE). Em seu melhor momento na carreira, quando chega a uma equipe extremamente profissional e que vislumbra títulos, o guaporense se deparou com mais uma lesão e com a chegada da Covid-19.
“Não é fácil para quem está em processo de transição chegar num time grande. Era uma oportunidade muito boa. Infelizmente fiquei parado para recuperar-me da lesão e quando voltei, na partida mais importante para o clube na temporada (era contra o líder Pesaro Calcio A5), sofri uma nova lesão em cima da que tinha. Quando realizava o tratamento e estava pronto para jogar, veio a pandemia e terminou com o sonho de mostrar meu valor num clube de alto nível e da conquista do título da Série A. É triste. Mas agora estou bem e vou focar na próxima temporada”, afirmou.
Fabinho, assim como os demais integrantes da comissão técnica e jogadores, aguarda as novas medidas sanitárias para retornar às quadras.
“É uma situação complicada que passamos, mas acredito que tudo voltará a ser como era antes, obviamente com maiores cuidados sanitários e de saúde. A Federação Italiana e os clubes estão acertando detalhes para que o retorno seja realizado com segurança para todos, em especial os torcedores. Estou feliz em poder estar competindo em alto nível e agradeço a direção do CDM Futsal Genova, em especial ao presidente Matteo Fortuna, por esta oportunidade”.
Na Itália, Fabinho atuou no Imola Calcio A5 (2016/2017), Futsal Cisternino (2017/2018), Civitella Colormax (2018/2019), Colormax Pescara e Acqua & Sapone Unigroos (2019/2020).

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários