Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
05:00:00
Tá na Hora
07:00:00
 
 

Bresolin no TOP 15 do Campeonato Panamericano de Mountain Bike Downhill 2019

por André Fabio Bresolin

Bresolin concluiu na 13ª posição, entre os mais de 40 competidores da categoria Juvenil

“Uma das pistas mais loucas que andei e uma das mais lindas do mundo”. Assim, o guaporense Pedro Bresolin, 16 anos, descreve os dias incríveis que passou competindo no Campeonato Panamericano de Mountain Bike Downhill 2019, em Villa la Angostura Neuquen, na Argentina. O ciclista da “Capital da Hospitalidade, que compete na categoria Juvenil, integrou a seleção brasileira e disputou a medalha de ouro com os melhores atletas da modalidade no continente.


Bresolin, que sofreu uma grave lesão há menos de um mês do Panamericano, participou do evento em Bariloche sem estar em 100% da forma. Mesmo assim, conseguiu ficar no Top 15 do maior evento de Downhill da América Latina. Parado há quase 30 dias, o guaporense voltou a andar na “louca” pista em Villa La Angostura, um dos circuitos mais reconhecidos no mundo. Com quase dois quilômetros de extensão, é rápida, técnica e exige muito das condições físicas dos ciclistas. Bresolin concluiu na 13ª posição, entre os mais de 40 competidores da categoria Juvenil.

“Não deu para subir no pódio. Infelizmente. Mas na prova me sai melhor do que esperava. Estou há mais ou menos três semanas com a mão engessada. Não pude treinar e acabei indo “às cegas” para o Panamericano. Treinei somente nos dias do campeonato e mesmo sentido um desconforto na mão, consegui o 13º lugar. Estou muito feliz e realizado por representar a seleção brasileira e levar o nome de Guaporé além fronteiras e da Associação Sapiranguense de Downhill (Acsdh)”.

Para coroar a presença em seu segundo Panamericano, Bresolin esteve acompanhado do pai Paulo e da mãe Marlene. De caminhonete, a família, juntamente com o amigo/ciclista Ismael Vanin Giasson, patrocinado pela Universidade de Passo Fundo (UPF), percorreu quase 6 mil quilômetros (ida e volta). Foram momentos ímpares que ficarão marcados na memória de todos.

“Só tenho que agradecer aos meus pais por tudo. Estiveram ao meu lado em todos os momentos. Agradeço aos meus amigos pela parceria e aos guaporenses pela torcida. Parabenizo todos os pilotos que estiveram no Panamericano, especialmente os ‘pias do bairro’ – Ismael, Maicon Jesus Pradella, Enzzo Panarotto e Leonardo Becher da Silva. Estou só pela próxima aventura no mundo do Downhill”, destacou Bresolin.

Na categoria de Bresolin, o vencedor foi seu parceiro e amigo Leonardo Becher. Leo, como é chamado pelos “pias do bairro”, é considerado uma das grandes promessas da modalidade no país. Conforme a Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC), além do ouro de Leo, o Brasil conquistou seis medalhas no Pan.

Central de Conteúdo/Rádio Aurora 107.1 FM
Rede Scalabriniana de Comunicação 
Siga-nos no Instagram: @rdauroraguapore

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários