Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Em Alta
18:00:00
 
 

Estudantes da Rede Pública Estadual retornam para as salas de aula em Guaporé

por André Fabio Bresolin

Mais de 1,6 mil alunos da Rede Pública Estadual frequentam as quatro escolas de Guaporé

Depois de um final de 2019 e início do novo ano com a grande maioria dos educadores paralisados, as atividades foram iniciadas
Foto: Eduardo Cover Godinho

O ano está começando para mais de 1,6 mil alunos da Rede Pública Estadual que frequentam as quatro escolas de Guaporé pertencentes a 7ª Coordenadoria Regional de Educação (7ª CRE) com sede em Passo Fundo. Depois de um final de 2019 e início do novo ano com a grande maioria dos educadores paralisados – reivindicando seus direitos junto ao Governo do Rio Grande do Sul – as atividades foram iniciadas na quarta-feira, dia 26 de fevereiro, na Escola Estadual de Ensino Fundamental Félix Engel Filho, sexta-feira, dia 28 de fevereiro, na Escola Estadual Técnica Agrícola Guaporé (EETAG) e na segunda-feira, dia 2 de março, nas Escolas de Ensino Médio Bandeirante e Frei Caneca (Canecão).

Na Escola Estadual de Ensino Médio Bandeirante, que chegou a ser a maior da região, aproximadamente 600 estudantes tomam conta das salas de aula nos turnos da manhã, tarde e noite. O educandário, escolhido como escola-piloto do programa “Novo Ensino Médio”, passou por reformas estruturais no ginásio de esportes. Os recursos foram destinados pelo Governo Federal. A direção está a cargo da professora Rosângela Maria Dalpian Lanzarin.

Na Escola de Ensino Fundamental Félix Engel Filho, localizada no bairro Planalto – proximidades do trevo de acesso principal de Guaporé, as atividades dentro das salas de aula iniciaram com cerca de 170 estudantes e falta de servidores. Conforme informações, o educandário não conta com secretária (40h), supervisão (40h), orientador (20h), professor (a) de produções interativas (10h) e bibliotecária (20h). A direção, sob responsabilidade de Josélia Civa Donida, aguarda um posicionamento da 7ª CRE quanto o déficit de recursos humanos.

Na Escola de Ensino Médio Frei Caneca, o popular Canecão, os mais de 650 alunos estão de volta. Atualmente o educandário, dirigido por André Dall Agnol, é o maior em número de alunos da região e também sofre com a falta de servidores em diversas áreas de ensino, em especial de produções interativas e educação física.

Na Escola Estadual Técnica Agrícola Guaporé (EETAG), com 60 anos de história e área de 41,25 hectares, são cerca de 140 alunos (internos e semi-internos) e 49 estagiários que vão cursar o Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio e o Técnico em Agropecuária Subsequente. Sob direção de Adir Cigognini, a escola recebe estudantes de diversos municípios gaúchos e é uma das referências do Estado.

Central de Conteúdo/Rádio Aurora 107.1 FM
Rede Scalabriniana de Comunicação
Siga-nos no Instagram: @rdauroraguapore

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários