Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
 
 

Cookies e Política de Privacidade
A Tua Rádio utiliza cookies para personalizar conteúdos e melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Rede Pública Municipal volta às aulas com alimentação legal em Guaporé

por Eduardo Cover Godinho

No cardápio, produtos de excelente qualidade adquiridos de agricultores associados a Cooperativa de Economia Solidária de Guaporé (Cooseg)

O retorno das atividades educacionais dentro das salas de aula nas Escolas de Educação Infantil e Ensino Fundamental da Rede Pública Municipal, de Guaporé, foi repleto de alegria. Alunos, devidamente autorizados pelos pais e responsáveis, voltaram à rotina com toda a segurança necessária para evitar o contágio e a disseminação do coronavírus (Covid-19). No retorno, encontraram ambientes higienizados, profissionais da educação com todos os equipamentos de proteção individual (EPIs), ensino de qualidade como é de praxe e uma alimentação diferenciada.

Com produtos adquiridos de agricultores associados à Cooperativa de Economia Solidária de Guaporé (Cooesg), as refeições estão ricas em nutrientes saudáveis e deliciosas. No cardápio, que varia a cada dia e em cada escola, encontram-se salada de frutas, peixes, iogurte, moranguinho, banana, tomate, maçã, massa, ovos, entre outros alimentos benéficos à saúde. Sopa de Capeletti e leite batido com morango ou banana também fizeram a alegria da criançada. Um trabalho importante, na elaboração do cardápio, é realizado pela nutricionista Rafaela Dall'Asta e pela diretora da merenda escolar Licélia Cassol.

“Nossos profissionais, em especial as mulheres da cozinha, são fantásticos no preparo da alimentação para os alunos. Os produtos, temos que fazer uma referência muito importante, são de extrema qualidade e fresquinhos. Não há nada mais gratificante do que poder oportunizar o melhor para as crianças e adolescentes da Rede Pública Municipal. Isso é fruto de um trabalho sério, qualificado do Poder Público que sempre olhou e colocou o ser humano em primeiro lugar”, disse a secretária de Educação, Veridiana Maria Tonini que reforça a parceria com o Conselho de Alimentação Escolar (CAE) e o Escritório da Emater/Ascar-RS.

Conforme Veridiana, todas as medidas e regramentos inclusos nos protocolos sanitários e de saúde estão sendo colocadas em prática pelos profissionais da educação nas escolas. Além da máscara, item obrigatório, a higienização das mãos e dos ambientes com álcool 70% e o distanciamento social entre as crianças são observados.

“Nossa maior preocupação é com a saúde das crianças e dos profissionais da educação. O momento requer cuidados especiais e nós estamos atentos a todos os movimentos dados pelos alunos da Rede Pública Municipal. Não é diferente quando eles vão para o refeitório. Além de produtos deliciosos entregues pelos agricultores e preparados carinhosamente pelas cozinheiras, a manutenção do distanciamento e a higienização de todo o ambiente tem feito parte da rotina diária. Só desta forma, com zelo e cuidados, conseguiremos vencer essa batalha”, destacou a secretária.

Nos meses em que os alunos não puderam estar dentro das salas de aula, a preocupação da secretaria de Educação foi na continuidade da aquisição dos produtos junto aos associados da Cooesg para a montagem dos kits de alimentação distribuídos às famílias dos alunos matriculados na Rede Pública Municipal e que enfrentavam dificuldades econômicas em seus lares.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais