Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
05:00:00
Tá na Hora
07:00:00
 
 

Demissões superam admissões no mês de maio em Guaporé

por Eduardo Cover Godinho

Apesar do número negativo, ano segue com saldo de 118 pessoas a mais com carteira assinada

Após dois meses registrando recuperação no mercado de trabalho, o município de Guaporé fechou o mês de maio com dados negativos na empregabilidade com carteira assinada. Foram quatro demissões a mais do que admissões, segundo aponta o relatório do Ministério da Previdência Social e Trabalho, através da extração da base do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED). Os números destacam que os empresários contrataram 289 pessoas durante os 31 dias do quinto mês do ano e demitiram 293.

O setor que mais fechou postos de trabalho foi o da Indústria de Transformação, com 13 vínculos a menos, seguido pelo Comércio, com oito vagas encerradas. Os únicos setores que abriram postos de trabalho no período em Guaporé foram o da Construção Civil, com 19 novos vínculos, seguido pelos Serviços, com três vagas criadas. O saldo acumulado no ano entre admissões e desligamentos é de 118 postos abertos, mostrando sinais de recuperação na economia. Porém, nos últimos 12 meses, foram fechados 198 vínculos de trabalho na cidade. O setor que mais fechou postos de trabalho foi o da Indústria de Transformação, com 200 vínculos encerrados. Nesse mesmo período, o setor que mais abriu postos de trabalho foi o do Comércio, com 27 vagas criadas.

Os dados apresentados pelo Caged foram compilados pelo Observatório do Trabalho da Universidade de Caxias do Sul (UCS) e foram divulgados na Carta Mensal do Mercado de Trabalho Formal para a região de abrangência da instituição de ensino superior. Além de Guaporé, a publicação abrange também os municípios de Caxias do Sul, Bento Gonçalves, Canela, Farroupilha, Flores da Cunha, Guaporé, Nova Prata, São Sebastião do Caí, Veranópolis e Vacaria

 

Brasil

No mês de Maio foram abertos 34.253 postos de trabalho no Brasil. Nesse mesmo período, os setores que mais abriram vagas com carteira assinada foram o da Agropecuária, com 46.049 novos vínculos, seguido pelos Serviços, com 1.989. Os setores que mais fecharam foram o Comércio, com 11.254 vínculos encerrados, seguido pela Construção Civil, com 4.021 vagas a menos. O saldo acumulado no ano é de 48.543 novas admissões. Nos últimos 12 meses, foram fechados 853.665 empregos no país.

 

Rio Grande do Sul

Foram fechados 12.360 postos de trabalho no Rio Grande do Sul ao longo do quinto mês do ano. O setor que mais fechou postos de trabalho foi a Indústria de Transformação, com 4.501 vagas encerradas, seguido pela Agropecuária, com 3.287 vínculos a menos. Nesse período, nenhum setor abriu postos de trabalho. O saldo acumulado no ano é de 10.363 vagas criadas. Nos últimos 12 meses, foram fechados 40.623 postos de trabalho no Estado.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais