Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
14:00:00
Programa de Domingo
19:00:00
 
 

Observatório do Trabalho da UCS demonstra como economia regional reagiu à pandemia em 2020

por Eduardo Cover Godinho
Foto: Ilustração

O Observatório do Trabalho da UCS divulgou na sexta-feira, dia 19 de fevereiro, um novo relatório global de 2020 com relação ao impacto da pandemia na área de empregos com carteira assinada na região. Em 2020 foram fechados 1,1 mil empregos formais na região de abrangência da UCS. Apesar do resultado em conjunto ter sido negativo, dez das quatorze cidades estudadas registraram desempenho positivo. O município de Carlos Barbosa apresentou o maior número de admissões líquidas, com 837 empregos com carteira assinada criados. Ao mesmo tempo, Caxias do Sul, Guaporé, Canela e Veranópolis contaram com mais demissões do que admissões no ano. Caxias do Sul foi o município com o pior desempenho em 2020, tendo fechado 4,1 mil vagas. Percebe-se que a Indústria foi o setor que mais abriu empregos na região, estando presente em sete dos dez municípios com saldo positivo.

Na comparação entre os anos de 2019 e 2020, os três primeiros meses foram similares no saldo final. Em abril, Caxias do Sul registrou o pior saldo de contratação de toda a série histórica, iniciada em 2004, com 5,3 mil postos de trabalho encerrados. O saldo negativo manteve-se até julho, porém reduzindo sua intensidade. Em maio foram encerrados 3 mil postos de trabalho, enquanto junho obteve um resultado líquido de 686 demissões. Os meses de agosto, setembro, outubro e novembro foram progressivamente melhores, com a criação de 3,7 mil vagas. No entanto, o mês de dezembro apresentou o fechamento de 713 postos. No acumulado do ano, 4,1 mil vínculos foram encerrados em 2020, contra a abertura de 100 empregos em 2019.

O estudo mostra que entre admissões e demissões, Guaporé ao longo de todo o ano de 2020 registrou uma perda de 392 empregos com carteira assinada. O saldo negativo foi registrado principalmente no setor da indústria. Ao longo do ano passado, o setor que mais empregou em Guaporé foi o de serviços.

Percebe-se, assim, que a crise gerada pelo Covid-19 teve forte impacto na economia regional, levando à perda de elevado número de empregos ao longo de 2020. Em 2021 os impactos deverão continuar sendo sentidos. O início do ano já trouxe dados negativos em virtude das contratações temporárias que foram encerradas em janeiro.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários