Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
12:10:00
No Ponto
14:00:00
 
 

Sinais de recuperação: Emprego volta a registrar resultados positivos em Guaporé

por Eduardo Cover Godinho

Após encerrar 2016 com mais de 320 vínculos fechados, ano começa com 49 postos de trabalho abertos

Os prognósticos dos principais economistas do Brasil apontavam uma recuperação da economia e consequentemente do mercado de trabalho somente a partir do segundo semestre de 2017. Porém, medidas do Governo Federal com a baixa da taxa de juros e um aporte de incentivos às empresas e trabalhadores, fez com que o país começasse a dar sinais positivos de melhoras antes do projetado. Apesar dos números não serem favoráveis em termos gerais – 40.864 postos de trabalho fechados na somatória das 27 federações no mês de janeiro de 2017 – alguns Estados, como o Rio Grande do Sul, apresentaram dados satisfatórios.

Em solo gaúcho, segundo dados do Cadastro Geral de Emprego e Desemprego (CAGED), do Ministério do Trabalho e Previdência Social (MTPS), foram abertos 8.134 postos, um acréscimo de 0,32% sobre o total de empregos formais.  Durante janeiro, o setor que mais abriu postos de trabalho foi o da Agropecuária com 5.243 vínculos criados, seguido pela Indústria de Transformação com 4.308 novas vagas. O setor que mais fechou postos de trabalho foi o Comércio com 2.101 vagas encerradas, seguido pela Administração Pública, com 510 vínculos a menos.

Na Serra Gaúcha, o Observatório do Trabalho da Universidade de Caxias do Sul, analisa 10 cidades (Bento Gonçalves, Caxias do Sul, Canela, Farroupilha, Flores da Cunha, Guaporé, Nova Prata, São Sebastião do Caí, Vacaria e Veranópolis), entre elas Guaporé. No balanço de geral, o saldo de admissões superou o de desligamentos e a economia começa a mudar a realidade de muitas famílias. Dos analisados, somente Canela apresentou números negativos. Guaporé, que amargou um 2016 com 329 vínculos encerrados, começou o ano com saldo positivo. Foram abertos no mês de janeiro 49 postos de trabalho, sendo contratados com carteira assinada 202 colaboradores e desligados 153. No período, o setor que mais abriu postos de trabalho foi o da Indústria de Transformação com 26 novas vagas, seguido pelos Serviços com 19 vínculos criados. Os únicos setores que fecharam postos de trabalho foram o do Comércio com quatro vínculos encerrados, e o da Agropecuária com uma vaga fechada.

A expectativa dos analistas é que o crescimento no mercado de trabalho continue nos municípios serranos.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários

Newsletter Tua Rádio

Receba gratuitamente o melhor conteúdo da Tua Rádio no seu e-mail e mantenha-se sempre atualizado.

Leia Mais