Você está ouvindo
Tua Rádio
Ao Vivo
12:10:00
No Ponto
14:00:00
 
 

Procons apresentam carta aberta sobre mercado de combustíveis

por André Fabio Bresolin

Ação busca fazer com que a autoridade máxima revise o modelo de negociação empregado no mercado de combustíveis no país

A atividade, que culminou com a assinatura de uma carta aberta à população, tem como objetivo solicitar modificação do modelo de concessão para o mercado de combustíveis
Foto: Divulgação

Representantes do Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) dos municípios de Guaporé, Bento Gonçalves, Antônio Prado, Garibaldi, Caxias do Sul, São Marcos e Vacaria, estiverem reunidos com a diretoria do Procon RS, para debater ações eficazes no combate aos preços abusivos cobrados pelos postos de combustíveis. A reunião, que contou com a participação do coordenador do Procon Municipal, de Guaporé, LuanÉdipo Donatti, aconteceu na segunda-feira, dia 11 de março, nas dependências do Procon, em Caxias do Sul. A atividade, que culminou com a assinatura de uma carta aberta à população, tem como principal objetivo solicitar um estudo e modificação do modelo de concessão para o mercado de combustíveis, visando um equilíbrio melhor entre fornecedor e consumidor.


Conforme o coordenador Donatti, a ação busca fazer com que a autoridade máxima revise o modelo de negociação empregado no mercado de combustíveis no país. O consumidor final, segundo ele, é o maior prejudicado pelo valor pago pelo litro dos combustíveis, seja gasolina, etanol e diesel.


“Buscamos o equilíbrio nos preços pagos entre os consumidores da região e valores justos. Sabemos que a Lei Federal n.º 9.478/97 coloca o mercado de combustíveis como livre e sem alterações de controle ou tabelamento de preços. Os estados não podem interferir na prática aplicada pelas refinarias, distribuidoras e nos postos de combustíveis. O que podemos fazer é fiscalizar as alterações de preços nas bombas. O Procon de Guaporé analisou em 2018 as notas de compra junto às distribuidoras e o valor de venda dos combustíveis aos consumidores finais e nada de anormal e abusivo foi constatado. Continuamos fazendo a nossa parte de defesa aos consumidores”, disse Donatti.


O documento (carta aberta), que visa solicitar iniciativas que resultem em melhorias para o atual mercado dos combustíveis, será entregue ao diretor do Departamento de Proteção de Defesa do Consumidor, Fernando Boarato Meneguin, que pertence à Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon/Ministério da Justiça), em Brasília, no dia 22 de março. A expectativa é que uma comitiva, formada pelos coordenadores dos Procons da Serra Gaúcha, acompanhados por membros da diretoria do Procon RS, estejam presentes no encontro com Meneguin na Capital Federal.

Central de Conteúdo/Rádio Aurora 107.1 FM
Rede Scalabriniana de Comunicação

Central de Conteúdo Unidade Aurora

Enviar Correção

Comentários